sexta-feira, 22 de maio de 2015

Minha opinião sobre o livro "O Golpe" dos escritores Janet Evanovich & Lee Goldberg

«O Golpe»
Fox & O'Hare, n.º 1
de Lee Goldberg , Janet Evanovich
Edição/reimpressão: 2013
Páginas: 320
Editor: TopSeller
ISBN: 9789898626233
Preço: 17,69 euros

Comecei a ler:20-05-2015
Terminei de ler:21-05-2015

Sinopse:
«Ela é uma detetive implacável. Ele é um vigarista procurado. Juntos são a arma secreta do FBI para investigar o golpe perfeito. Kate O’Hare é uma das melhores agentes do FBI. Nick Fox é um vigarista genial, presente na lista dos Dez Mais Procurados do FBI. Ela raramente falhou um caso — a exceção é Nick, que sempre escapou à sua vigilância enquanto aplicava inacreditáveis golpes de alto risco a milionários. Eles sentem-se atraídos um pelo outro: ela é teimosa e exigente, ele é charmoso e imaginativo.
Juntos, e com uma equipa de vigaristas amadores reunida por Nick, vão montar um golpe genial para capturar um investidor corrupto que fugiu com 500 milhões de dólares e que se esconde numa das 17 mil ilhas da Indonésia. Entre uma forte atração mútua, problemas de liderança e choques de personalidade, será que esta dupla improvável irá ser bem-sucedida?»retirado do site wook

Vídeo Book Trailer:

Minha opinião:
Este é o primeiro livro que leio destes escritores, é um género de policial diferente daquele que eu estou habituada. Será de salientar que os únicos policiais que li até à data são do meu adorado James Patterson.

"O Golpe" conta com a participação de uma protagonista que desde cedo gostei dela, Kate O´Hare, é uma mulher jovem, na casa dos trinta e uma das melhores agentes do FBI. Kate tem uma "obsessão" em termos profissionais, que acaba por preencher toda a sua vida, capturar Nick Fox. Nick Fox é um tremendo de um vigarista mas tenho de lhe tirar o chapéu, pois sabe como fazer as coisas e acima de tudo como deixar Kate completamente louca por o apanhar e não conseguir. Ele faz parte dos dez mais procurados pelo FBI, e a obsessão de Kate em o apanhar, começa a tornar-se doentia, mas ela vai até conseguir atingir o seu objectivo e apanha-o, de uma forma louca, mas apanha-o.

Convém salientar que tanto Nick como Kate apesar de estarem em lados opostos, o vigarista e a agente do FBI, sentem uma atração física um pelo outro, o que irrita principalmente Kate, pois fica sempre vermelha e Nick com a sua faculdade de virar o bico ao prego consegue sempre dar a volta às acusações que lhe são atribuídas, isto deixa Kate completamente alienada.

Um novo caso é atribuído a Kate, é sobre um grupo no sul da Califórnia que anda a copiar DVD de filmes e séries e a carregar os ficheiros digitais na internet, para as pessoas poderem descarregá-los de borla (Observação pessoal: este caso deu-me que pensar, isto é crime e vem por de trás dos DVDs advertir Aviso: ilegal fazer cópias, respeite os direitos de autor, este aviso legal é do FBI, isto eu não sabia). Contudo, Kate considera este um caso menor, apesar dos milhões de dólares que movimenta. Ela está tão viciada em capturar pessoas que quer um outro caso mas o seu chefe, Jessup não volta com a palavra atrás e este é o caso dela.

Contudo, será que Nick Fox, vai mesmo apresentar-se em tribunal, apesar das medidas de segurança que o rodeiam no dia da sua apresentação. Nick é um homem inteligente e não está sozinho tem sempre uns quantos indivíduos a trabalhar para ele, pelo menos quando estava livre como um passarinho. Agora que está preso, terão os seus comparsas abandonado o seu líder? A questão fica no ar...
Será que Kate vai ter de voltar a procurar Nick? Ou será este realmente preso ou somente condenado a algumas horas de trabalho comunitário, dado que o FBI não tem provas cavais contra ele, apesar de todos saberem que ele é o responsável de muitos crimes de roubo, saque de dinheiro, engano de pessoas_corrupção_, utilização de explosivos e fazer-se passar por outras entidades, como médico e inspector policial.

Neste livro tudo acontece muito rapidamente, com uma grande movimentação, a história é fluída sem paragens, é um verdadeiro policial sem grande perda de tempo para relatos fora do próprio assunto a ser investigado.
Adorei o livro e a escrita destes escritores é uma leitura contagiante que não deixou a mim leitora para de ler, a não ser para fazer as coisas obrigatórias, mesmo assim dava por mim a fazer determinadas lides domésticas e a pensar o que viria a seguir.
Acho que encontrei autores ao nível de James Patterson apesar de serem policiais diferentes são da mesma forma aliciantes, para mim como leitora.

Recomendo vivamente a sua leitura, é divertida e empolgante, tem tudo o que um bom policial do género leve deve ter.

Excertos...
«Um Stott estarrecido guinchou e quase caiu da sua cadeira ergonómica de pele e cromados. Era um tipo pequeno e rechonchudo, como se uma feiticeira aborrecida tivesse pegado num nabo e, tocando-lhe com a sua varinha mágica, o tivesse transformado num engravatado de 55 anos.» pág.9

«Mas não ia precisar disso, de certeza, pois Nick era um autêntico medroso, que já tremia e revelava lágrimas nos olhos quando Odell e os outros dois polícias o foram buscar à cela. À hora a que chegaram ao Tribunal Distrital, Nick estava tão assustado, que parecia capaz de borrar o seu fato cor de laranja a qualquer momento.» pág.63

Boas leituras...

8 comentários:

  1. Ois,

    Bela mensagem, recomendação registada, sabe bem volta e meia ler um policial :)

    bjs e boas leituras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,
      É gosto de ler policiais de vez em quando, principalmente de James Patterson mas agora descobri estes novos escritores e virei fã deles.
      Beijinhos e boas leituras.

      Eliminar
  2. Olá,
    Nunca li nada desta autora mas já vi a adaptação cinematográfica de um dos livros dela (a protagonista era Stephanie Plum) e gostei. Só mais tarde é que descobri a existência dos livros (ainda não os li).
    Adorei a tua opinião.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,
      Eu tenho dois livros em que a protagonista é Stephanie Plum, mas optei por começar por explorar estes escritores por este livro e não me arrependo. Adorei, agora já tenho mais escritores de policiais que gosto para além de James Patterson. Mas claro que este último terá sempre um lugar especial no meu coração;)
      Beijinhos e boas leituras.

      Eliminar
  3. Ola!
    Gosto muito de livros policiais. Vou ponhe-lo na fila para ler.
    Linda resenha.
    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,
      Eu não muito do género policial, mas rendi-me ao estilo graças a James Patterson, não sei se já lês-te alguma coisa dele, mas se não olha que vale a pena. Estes escritores são soberbos, escrevem o policial a um ritmo de lhes tirar o chapéu, e a história dá enormes reviravoltas. Depois também tem a parte divertida, tornando este um policial nada maçudo, antes pelo contrário.
      Ainda bem que gostas-te da opinião mas espero que gostes ainda mais do livro.
      Boas leituras, beijocas.

      Eliminar
  4. Olá,
    Parece ser um bom livro, contudo também nunca li nada destes autores. Eu confesso que não sou muito dada a este género literário, contudo gostava de apostar mais nele no futuro.
    Gostei muito da tua opinião e dos excertos que deixaste. :)
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,
      Eu não lia policiais, comecei a ler os de James Patterson e virei fã como sabes. Quando peguei neste livro estava um pouco reticente mas adorei, é um policial leve e super divertido. Acabei o livro a rir mesmo sem me conseguir controlar.
      É uma leitura que tens de fazer nas férias, ok?
      Beijinhos e boas leituras.

      Eliminar