sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Porto Editora I Concurso Dá Voz à Letra

A leitura é um trampolim para o vasto mundo, uma prática que ajuda a desenvolver capacidades e personalidade. E, se a leitura solitária pode ser um prazer único, ler em voz alta eleva este prazer a um outro nível. É neste contexto de valorização da leitura e do pensamento que a Fundação Calouste Gulbenkian, através do seu programa de Língua e Cultura Portuguesas, promove o concurso Dá Voz à Letra, que nesta segunda edição conta com o apoio da Porto Editora e também da Câmara Municipal do Porto. O Dá Voz à Letra quer encontrar, entre os estudantes dos 13 aos 17 anos, de escolas da Área Metropolitana do Porto, o melhor leitor ou leitora em voz alta. As candidaturas são feitas de forma individual, mediante a submissão de uma gravação vídeo (com limite máximo de 3 minutos) da leitura do texto escolhido, através da página da iniciativa, em davozaletra.gulbenkian.pt. O prazo para entrega de candidaturas termina no dia 30 de outubro. Os finalistas são conhecidos após duas fases de apuramento e a final consiste num espetáculo dirigido por um encenador de reconhecido prestígio, em que as participações serão avaliadas por um júri de especialistas. O melhor jovem leitor em voz alta é premiado com uma viagem a Londres e o segundo e terceiro classificados ganham um iPad com ebooks. Esta é a segunda edição do Dá Voz à Letra. A primeira edição teve lugar em 2014, com estudantes provenientes de escolas públicas e privadas da região de Lisboa. Testemunhos de Eduardo Marçal Grilo, pela Fundação Calouste Gulbenkian, Vasco Teixeira, pela Porto Editora, e Paulo Cunha e Silva, pela Câmara Municipal do Porto, disponíveis na página seguinte. 

TESTEMUNHOS 

Depois do êxito da 1a. edição, a Fundação Calouste Gulbenkian pediu a colaboração da Câmara Municipal do Porto e da Porto Editora para organizar, na Área Metropolitana do Porto, a 2a. Edição do Concurso Dá Voz à Letra.
Eduardo Marçal Grilo, Administrador (cessante) da Fundação Calouste Gulbenkian

Desde que foi criado, o Programa Gulbenkian de Língua e Cultura Portuguesas tem-se destacado como um dos mais interessantes no contexto da Fundação Calouste Gulbenkian, mas também num âmbito mais alargado, isto é, no da valorização da nossa língua e da nossa cultura. 
Vasco Teixeira, Administrador da Porto Editora 

A Câmara Municipal do Porto, através do Pelouro da Cultura e das suas Bibliotecas Municipais, desenvolve de forma consistente e qualificada diversos programas de promoção do livro e da leitura. 
Paulo Cunha e Silva, Vereador da Cultura da Câmara Municipal do Porto 

Testemunhos completos disponíveis aqui

Mais uma brilhante iniciativa da Porto Editora.Participe.

Excelentes leituras na companhia da Porto Editora.

2 comentários:

  1. Olá Carla
    Tenho pena de já não poder participar eheh.
    Fazes mui bem em divulgar ;)
    Beijinhos e boas leituras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sara,
      Pois eu pensei o mesmo.
      Beijinhos e boas leituras.

      Eliminar