quinta-feira, 4 de julho de 2019

Opinião | "A Boa Filha" de Karin Slaughter

Sinopse:
O novo e deslumbrante romance de uma das autoras mais vendidas do panorama literário internacional. Um thriller absorvente que mistura suspense psicológico com a investigação de um mistério por resolver.

Duas meninas são obrigadas a entrar no bosque com uma pistola apontada.
Uma foge para salvar a vida. A outra fica para trás.
  Há vinte e oito anos, um crime horrível sacudiu a feliz vida familiar de Charlotte e Samantha Quinn. A sua mãe foi morta. O seu pai, um conhecido advogado de defesa de Pikeville, ficou prostrado de dor. A família desfez-se irremediavelmente, consumida pelos segredos daquela noite pavorosa.
  Transcorridos vinte e oito anos, Charlie tornou-se advogada, seguindo os passos do pai. É a filha ideal. Mas quando a violência volta a aumentar em Pikeville e uma grande tragédia assola a localidade, Charlie vê-se imersa num pesadelo. Não só é a primeira pessoa a chegar à cena do crime, mas também o caso desperta as recordações que tentou manter à margem durante quase três décadas. Porque a surpreendente verdade sobre o acontecimento que destruiu a sua família não pode permanecer oculta para sempre.
Cheio de voltas e reviravoltas inesperadas e transbordante de emoção, A Boa Filha é um romance apaixonante: suspense em estado puro.



Opinião:
  Estou mesmo numa onda de leituras fora da minha zona de conforto mas confesso que estou a adorar.
  Este livro está fora da minha zona de conforto por dois motivos: o primeiro motivo que já tem vindo a repetir-se nas últimas leituras é o facto de ser um thriller psicológico que me agarrou de imediato; o segundo motivo é ler um calhamaço de 701 páginas, dado que li a prequela "Último Suspiro".
  Nunca tinha lido nada da escritora Karin Slaughter, mas as opiniões que li e ouvi no BookTube deixaram-me muito curiosa.
  "A Boa Filha" começa de uma forma brutal que me prendeu automaticamente à leitura (atenção eu li este livro em três o que para mim é para deitar foguetes). O suspense está no ar durante toda a leitura e talvez tenha sido isso que me fez ler horas seguidas não querendo para.
  As personagens desta história são duas irmãs Charlotte e Samantha Quinn que sofreram um trauma horrível quando eram crianças e que 28 anos depois se vêem envolvidas numa nova trama. Não avançar mais porque acabaria por contar mais do que quero. Só vou salientar uma coisa a escrita é muito boa mas dura e muito real.



Para quem gosta de thriller e livros de suspense leiam.
Classificação de 5*****  no Goodreads.
Boas leituras!

Sem comentários:

Enviar um comentário