domingo, 7 de abril de 2013

Minha opinião sobre o livro _ «História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar»


História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar
de Luis Sepúlveda
Edição/reimpressão: 2013
Páginas: 144
Editor: Porto Editora
ISBN: 978-972-0-04092-3
Idioma: Português

Sinopse:

Plano Nacional de Leitura

Livro recomendado para as Novas Oportunidades, como sugestão de leitura - Grau de Dificuldade III.

Esta é a história de Zorbas, uma gato grande, preto e gordo. Um dia, uma formosa gaivota apanhada por uma maré negra de petróleo deixa ao cuidado dele, momentos antes de morrer, o ovo que acabara de pôr.

Zorbas, que é um gato de palavra, cumprirá as duas promessas que nesse momento dramático lhe é obrigado a fazer: não só criará a pequena gaivota, como também a ensinará a voar. Tudo isto com a ajuda dos seus amigos Secretário, Sabe tudo, Barlavento e Colonello, dado que, como se verá, a tarefa não é fácil, sobretudo para um bando de gatos mais habituados a fazer frente à vida dura de um porto como o de Hamburgo do que a fazer de pais de uma cria de gaivota...

Com a graça de uma fábula e a força de uma parábola, Luis Sepúlveda oferece-nos neste seu livro já clássico uma mensagem de esperança de altíssimo valor literário e poético.

Minha opinião:
Esta é uma das parábolas mais lindas que já li, transmite  sentimentos de solidariedade e amizade que se vão estabelecendo entre uma gaivota que não sabia voar  e um gato que queria muito ensinar a gaivota a voar.
Muitas vezes tentaram e tentaram mas o gato não desistia de  ajudar a sua amiga gaivota a voar, até que um dia Zorbas pede ajuda a um humano que escreve poemas, esse humano leva-lhes ao alto da torre de S. Miguel, este deixa Ditosa e esta voa, Ditosa fica felicíssima e Zorbas sente-se orgulhoso por ter cumprido as promessas. 
Foi uma tarde de sábado muito bem passada.

Excelente_6 de 7_

Boas leituras!

6 comentários:

  1. Completamente de acordo. É uma pequenina pérola, este livro :) Aconselho também O Velho Que Lia Romances de Amor.
    Os livros de Sepúlveda só têm um defeito: deixam sabor a pouco...

    ResponderEliminar
  2. Olá Carlinha. :)

    Também gostei muito deste livro. Li-o o ano passado e tem mensagens intemporais, cheias de significado. :)

    Beijinhos e boas leituras.

    ResponderEliminar
  3. Olá Manuel e Rita,
    Quando acabei a leitura deste livro recordei as mensagens do Principezinho e deixei e questionei-me sobre as mensagens que ambos me transmitiram, livros fabulosos, sem sombra de dúvida.
    Beijinhos e boas leituras!

    ResponderEliminar
  4. li este levro na escola e muito bom representa amizade e cumprimento da sua palavra
    adorei

    ResponderEliminar
  5. Eu gostei muito da opinião mas ouve um pequeno erro que queria relatar visto que ao em vez de colocar gaivota colocou andorinha.se possivel troque a palavra porque pode levar a erro alguma pessoa que tente estudar por aqui.Obrigada

    ResponderEliminar
  6. Olá Unknowm,
    Obrigada pela chamada de atenção (erro corrigido)
    Boas leituras.

    ResponderEliminar