segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Opinião - "Força de Vontade" de James Patterson e Hall Fridman

Sinopse:
Uma manhã, quando tinha quase cinco anos, Cory Friedman acordou a sentir uma incontrolável vontade de abanar a cabeça. A partir desse dia, a sua vida transformou-se numa agonia de tiques irrefreáveis e involuntários. Cory embarcou então numa odisseia que se prolongou por treze anos, de tratamento em tratamento, à procura de uma luz ao fundo do túnel.
Cory, a quem foi diagnosticado o síndrome de Tourette, viveu longos anos sob um regime médico duro e em permanente mutação que o deixou a sentir-se como uma verdadeira cobaia. Rapidamente passou a ser difícil distinguir os tiques sintomáticos da sua doença dos que eram efeitos secundários das inúmeras combinações de medicamentos a que foi sujeito ao longo da sua penosa caminhada pela infância e adolescência. A única certeza de Cory era a de que continuava a piorar. Mas com o amor da sua família e o apoio de alguns professores e profissionais dedicados, Cory lutou pela sua vida e alcançou feitos notáveis em que poucos apostavam.
Força de Vontade é a história verídica e emotiva da batalha de Cory pela sobrevivência, contra as maiores adversidades. Escrito por James Patterson e pelo pai de Cory, Hal Friedman, com o ritmo absorvente de um thriller, é o relato comovente da coragem, determinação e triunfo final de uma família a braços com uma situação desesperante."

CRÍTICAS DE IMPRENSA
«Cory Friedman concordou em contar a sua história neste livro – pela mão do melhor contador de histórias do mundo – simplesmente porque ele acreditava que podia ajudar outras pessoas. E irá ajudar.»
Mirror
«A impressionante, e igualmente frustrante, história da luta de Cory Friedman contra a síndrome de Tourette, a perturbação obsessivo-compulsiva e a ansiedade generalizada.»
The Wall Street Journal

Opinião:
Confesso que esta leitura foi muito forte, estive várias vezes para parar a leitura. Mexeu muito comigo, pois para além de ser um retrato verídico, está muito bem estruturado, fala de um síndrome que eu não tinha conhecimento dos sintomas o Síndrome de Tourette. O relato mexeu mesmo muito comigo, todos aqueles espasmos todo o sofrimento de Cory, as sucessivas mudanças de medicamentos. A forma como a escola o tratava, os colegas, o sofrimento da família.
Foi uma leitura forte que só aconselho a quem tenha sangue frio, pelo menos mais frio que o meu ;).
Classificação de 4**** no Goodreads.

Excelentes leituras!

Sem comentários:

Enviar um comentário