sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Divulgação "O Lado de cá do lado de lá" de Vicente Delmar

"O Lado de Cá do Lado de Lá"

Autor: Vicente Delmar
Data de publicação: Maio de 2017
Número de páginas: 362
ISBN: 978-989-774-531-7
Colecção: Bíos
Género: Biografia
Idioma: Pt

Sinopse:
«Um homem, um passado criminoso que nunca quis feito na rota da droga, a flexibilidade conveniente do sistema judicial e o subproduto humano produzido pela prisão. E a pergunta!
Como medir dentro de um homem a culpa, a maldade e o arrependimento?
“Porque há quem mate sorrindo e quem roube chorando”
Como o sentiu na pele, e isso lhe dá o direito, a personagem acusa a sociedade de apenas pensar a justiça, sem a sentir.
Ficcionado em dois mundos reais, empresta o autor à personagem conhecimento pessoal, sobre os dois lados dos muros prisionais.
No “Lado de Lá, o seu “fundo do poço” na queda desamparada da droga, entre o desenrolar de histórias, de crimes e homens, talvez maus talvez bons, Civic, a personagem, assumindo o seu crime, rejeita o peso da condenação. E do “Lado de Cá”, sente-se agora, pelo erro frio da desproporcionalidade, portador de crédito com a justiça, para a praticar:
“Tenho plena consciência de que muitos, são os cancros do mundo e o que vou fazer, não passa da eliminação de uma das inúmeras metástases, de um deles.”
Justiceiro, dir-se-á! Psicopata talvez. Tem no gato com quem divide casa, seu alter-ego,
Reconheço que a sensação de que ele me responde e contesta, colocando-me na mente frases e mesmo respostas, embora já não me incomode, roça sem dúvida a loucura. Ou não!?” 
e como alvo na sua justiça, a pessoa de um ex-político pedófilo. A sua missão!
“Missão a que a própria sociedade afere sentido, sempre que poupa os poderosos e faz dos fracos exemplo, sempre que aplica dois pesos, quando o poder alivia um deles e a silenciosa mafia das influências se faz sentir”»

O Autor:

Nascido numa cidade alentejana, com quatro anos o autor sobe a Lisboa, com os pais, ambos analfabetos, em busca de melhor vida e salvação para um casamento em desequilíbrio, que cai três anos mais tarde.
Vive a adolescência, num bairro multicultural da capital. Entalado entre a elitista Lapa, o nervoso Largo do Rato e a moderna Amoreiras; Campo de Ourique tem numa das suas fronteiras, demarcada pela rua Maria Pia, o Casal Ventoso como vizinho.
Na moldura do inicio dos anos oitenta, estudante no liceu Pedro Nunes, aprendia a Democracia a andar e em tempos de todas as novidades, boas e más, é no meio da classe media-alta e erudita que o autor conhece as drogas leves, e no meio da mais miserável, que conhece as outras.
Experiência dolorosa, marcante, que agora á distância de um quarto de século, que renovou gerações e manteve as realidades, se aquietou em paz e espirito, para, socialmente crítica, se exorcizar numa historia de ficção com gente de verdade."

Este é mais um livro enviado pela Chiado Editora que vou ler e depois deixarei aqui a minha singela e honesta opinião. Mais uma vez o meu agradecimento à Chiado Editora e ao autor pelo envio da obra.

Excelentes leituras!

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Divulgação do novo livro de Leonardo de Paula e Silva

Após o lançamento do seu primeiro livro "Cinco dias de Sonho", o escritor Leonardo Silva lança o seu segundo livro uma continuação do anterior, intitulado "Cinco dias de Busca".
Mais um livro lançado pela Chiado Editora, que me foi enviado a pedido do escritor à editora para eu ler.

Após a leitura do primeiro livro deste escritor, ao qual atribuí 4 estrelas no Goodreads, quero deixar aqui o meu agradecimento pelo privilégio de ser uma das primeiras leitoras portuguesas deste seu segundo livro.

"Cinco Dias de Busca"

Autor: Leonardo Silva
Data de publicação: Julho de 2017
Número de páginas: 125
ISBN: 978-989-52-0495-3
Colecção: Viagens na Ficção
Idioma: Pt/Br

Sinopse:
"Davi e Ana agora enfrentam o desaparecimento enigmático da menina Liz. Com a ajuda de pessoas estimadas, moverão mundos e fundos para encontrá-la. Nessa saga, você descobrirá que o amor é capaz de encarar quaisquer obstáculos." retirado do site Chiado Editora

O Autor:
"Analista de Sistemas graduado em Ciências da Computação, é apaixonado por ficção e boas histórias. Iniciou a escrita pelo simples gosto de escrever.
Autor da obra "Cinco Dias de Sonho", este é o seu segundo livro. É apaixonado por ficção e boas histórias. Iniciou a escrita pelo simples gosto de escrever." retirado da contracapa e do site da Chiado Editora

Não posso deixar de agradecer o envio do livro de Leonardo Silva à Chiado Editora.

Confesso que já iniciei a leitura e estou a gostar, logo que termine deixo aqui no blog a minha honesta e sincera opinião.

Excelentes leituras.

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Novidades da Editora Marcador

NÃO FICÇÃO – Vida Saudável
PÚBLICO – Público em geral
Nº DE PÁGINAS - 240 pág.
FORMATO –  15,5*23,3
PREÇO (c/IVA) – 15,95 euros
ISBN – 9789897543272
LANÇAMENTO - 04/10/2017

Sinopse:
"Em Comer Mexer-se Dormir, Tom Rath apresenta-nos uma obra que melhorará a sua saúde nos anos que hão de vir. Nos mais de 20 anos em que lidou silenciosamente com uma doença grave, Tom reuniu um leque vasto de informação sobre a forma como comemos, nos mexemos e dormimos. Escrito no seu estilo clássico de conversação, esta leitura oferece conselhos abrangentes, ainda que simples e muitas vezes contraintuitivos, mas sempre credíveis.  Este livro ajudá-lo-á a tomar decisões nestas três áreas ligadas entre si. As suas escolhas melhorarão a cada garfada, mexer-se-á muito mais do que acontece agora e dormirá como já não fazia há anos. Mais do que um livro, Comer Mexer-se Dormir é uma nova maneira de viver."retirado da contracapa do livro

O Autor:
"Tom Rath é um escritor, investigador e realizador que estuda o papel do comportamento nas empresas, na saúde e no bem-estar. Tom escreveu seis best-sellers do New York Times, sendo que no total os seus livros venderam mais de 6 milhões de cópias. Para além do seu trabalho como investigador, escritor e orador, Tom desempenha funções de cientista e consultor."retirado do site da editora Marcador


NÃO FICÇÃO – História de Portugal
PÚBLICO – Público em geral
Nº DE PÁGINAS - 408
FORMATO – 15,5*23,5
PREÇO (c/IVA) – 18,95€
ISBN – 9789897543302 
LANÇAMENTO - 04/10/2017

Sinopse:
"Passando por todas as grandes fases da História nacional e evocando os maiores conflitos em cada uma dessas épocas, As Grandes Batalhas da História de Portugal traça
um panorama da história militar de Portugal, alia o rigor histórico a uma visão alternativa dos acontecimentos, nomeadamente a dos inimigos com quem nos confrontámos. A narrativa revela alguns detalhes curiosos e menos divulgados que, em muitas ocasiões, contribuíram decisivamente para o desfecho dos confrontos. Esta é uma obra que se destina a um público generalista, interessado em conhecer os factos militares que moldaram esta Nação e que contribuíram decisivamente para o Portugal que somos hoje."retirado da contracapa do livro

O Autor
"Rui Natário nasceu em Évora, em 1966, e desde novo sentiu o fascínio pelos temas históricos, não apenas pelos nacionais mas também por todos os outros. Mais tarde, a licenciatura em Ciências Sócio-Militares permitiu-lhe ter um contacto direto e aprofundado com os aspetos mais importantes do vasto património da nossa história militar. Sendo atualmente Oficial do Quadro Permanente do Exército, continua a investigar apaixonadamente estes assuntos. Esta obra é o resultado dessa pesquisa."retirado do site da editora Marcador

Excelentes leituras na companhia da Editora Marcador.

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Divulgação do livro "O Senhor Ibrahim e as Flores do Alcorão" de Eric-Emmanuel Schmitt


FICÇÃO – Romance PÚBLICO
Nº DE PÁGINAS - 72 
FORMATO –  14*21cm
PREÇO (c/IVA) – 12,44€
ISBN – 978-989-754-329-6
LANÇAMENTO - 20-09-2017

O Livro:
"Duas gerações diferentes, duas religiões distintas, uma amizade única... Momo é um rapazinho que se aborrece na escola e em casa, junto do seu pai, um advogado infeliz. Porém, na Rue Bleue, onde mora, há mulheres pouco recomendáveis que o tratam muito bem e, acima de tudo, há o senhor Ibrahim, o merceeiro árabe do bairro, que parece conhecer os segredos da felicidade, dos quais Momo depressa aprende a tirar partido. Depois do seu pai se atirar para debaixo de um comboio, Momo é acolhido pelo senhor Ibrahim. Juntos, vão encerrar a loja, comprar um automóvel e partir para o país natal do velho homem, a terra dos sábios da contemplação, do Alcorão, das suas flores e da poesia do mundo."

O Autor:
"Filósofo, romancista e dramaturgo, Eric-Emmanuel Schmitt tornou-se em poucos anos um dos autores francófonos mais lidos em todo o mundo. Encontra-se no Top 10 dos autores franceses mais lidos, os seus livros estão traduzidos em 43 línguas e as suas peças são regularmente encenadas em mais de 50 países."

Livro lançado pela editora Marcador dos livros...Leia bons livros na companhia da Marcador dos livros.

Excelentes leituras!

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Opinião - "A Amiga" da escritora Dorothy Koomson


Comecei:15 de agosto 2017
Terminei:20 de agosto 2017
Sinopse:
"Quando o marido é promovido, Cece Solarin muda-se para Brighton com os três filhos, animada com a possibilidade de um recomeço. No entanto, o ambiente do bairro que a acolhe parece-lhe ansioso e os vizinhos sobressaltados.

Cece descobre que, três semanas antes, Yvonne, uma das mães mais populares da zona, foi deixada às portas da morte, no pátio da escola dos filhos - a mesma onde se vê obrigada a inscrever os seus.

No primeiro dia de aulas, Cece conhece três mães muito diferentes que parecem querer ajudá-la neste novo começo. Mas Maxie, Anaya e Hazel são também amigas de Yvonne, e a polícia desconfia que uma delas poderá estar envolvida no crime.

Preocupada com a segurança dos filhos, Cece está decidida a descobrir a verdade…"
retirado da contracapa

Opinião:
Este foi o segundo livro que li de Dorothy Koomson e confesso que cada vez mais fico apaixonada pela sua escrito.
Gostei da forma como as personagens se vão interligando, as amigas que Cece acaba por fazer quando se desloca para uma nova comunidade, a tensão em redor de cada uma delas devido ao sucedido a Yvonne. Esta última foi encontrada no recinto da escola preparatória, vítima de tentativa de homicídio. A partir deste ponto, começamos a ver que as maiores amigas de Yvonne e não só, tinham motivos para a aniquilar. Porquê tanta gente? Simples, a Yvonne é uma personagem que gosta de saber todos os podres do passado das pessoas para as poder ter na mão e usá-las a seu bel prazer.
Mas, apesar de todos terem motivos, será que todos eram capazes?
Gostei muito desta leitura, quero ler mais livros da escritora;)
Classificação de 5***** no Goodreads.

Excelentes leituras!

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Atmosfera dos livros ....

Pois é finalmente o blog Atmosfera dos Livros também tem página no facebook...


Quem quiser pode seguir agora o blog lá;)

Excelentes leituras!

terça-feira, 15 de agosto de 2017

#MLVerão 2017



1) Ler um livro noutra língua - francês -
2) Ler um livro de um autor português
LIDO-228 PÁGINAS
3) Ler um livro que compraste há mais de um ano (caso não tenhas, ler o último livro que compraste)
4) Ler um livro infantil
5) Ler um livro publicado em 2017
LIDO-496 PÁGINAS
6) Ler um livro de um autor que nunca leste
7)Ler um livro recomendado por um youtuber/blogger
8) Ler um livro com um título curto
9) Ler uma Graphic Novel, BD ou Mangá

LIDO-104 PÁGINAS
10) Ler um livro com menos de 100 páginas
LIDO-89 PÁGINAS
11) Ler um livro escrito por mais do que um autor
12) Ler um livro escrito antes de 1999
13) Ler um livro que ganhou algum tipo de prémio
14) Ler um livro que pediste emprestado
15) Ler um livro do Plano Nacional de Leitura
16) Ler um livro que se passa num lugar que sempre quiseste visitar
LIDO-178 PÁGINAS

17) Ler um livro que tinhas planeado ler em 2016 mas que acabaste por não ler
18) Ler um livro em que o título tenha 15 letras

19) Ler um livro passado num país Europeu
20) Ler um livro publicado antes de teres nascido
21) Ler um livro sobre viagens no tempo
22) Ler um livro para terminar num dia
23) Ler um calhamaço (livro com mais de 500 páginas)

Desafios do Instagram/Facebook (Desafios extra, cada desafio destes cumprido acresce 5 páginas na contagem final):
1) Tirar uma foto de um livro no local onde estão a passar férias (quem não tem férias, tire no local de trabalho);
2) Tirar uma foto de um livro num dia com muito sol;
3) Tirar uma selfie com o livro que estão a ler, de óculos de sol na cara.


TOTAL DE PÁGINAS LIDAS:1095 páginas lidas

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Opinião - "Força de Vontade" de James Patterson e Hall Fridman

Sinopse:
Uma manhã, quando tinha quase cinco anos, Cory Friedman acordou a sentir uma incontrolável vontade de abanar a cabeça. A partir desse dia, a sua vida transformou-se numa agonia de tiques irrefreáveis e involuntários. Cory embarcou então numa odisseia que se prolongou por treze anos, de tratamento em tratamento, à procura de uma luz ao fundo do túnel.
Cory, a quem foi diagnosticado o síndrome de Tourette, viveu longos anos sob um regime médico duro e em permanente mutação que o deixou a sentir-se como uma verdadeira cobaia. Rapidamente passou a ser difícil distinguir os tiques sintomáticos da sua doença dos que eram efeitos secundários das inúmeras combinações de medicamentos a que foi sujeito ao longo da sua penosa caminhada pela infância e adolescência. A única certeza de Cory era a de que continuava a piorar. Mas com o amor da sua família e o apoio de alguns professores e profissionais dedicados, Cory lutou pela sua vida e alcançou feitos notáveis em que poucos apostavam.
Força de Vontade é a história verídica e emotiva da batalha de Cory pela sobrevivência, contra as maiores adversidades. Escrito por James Patterson e pelo pai de Cory, Hal Friedman, com o ritmo absorvente de um thriller, é o relato comovente da coragem, determinação e triunfo final de uma família a braços com uma situação desesperante."

CRÍTICAS DE IMPRENSA
«Cory Friedman concordou em contar a sua história neste livro – pela mão do melhor contador de histórias do mundo – simplesmente porque ele acreditava que podia ajudar outras pessoas. E irá ajudar.»
Mirror
«A impressionante, e igualmente frustrante, história da luta de Cory Friedman contra a síndrome de Tourette, a perturbação obsessivo-compulsiva e a ansiedade generalizada.»
The Wall Street Journal

Opinião:
Confesso que esta leitura foi muito forte, estive várias vezes para parar a leitura. Mexeu muito comigo, pois para além de ser um retrato verídico, está muito bem estruturado, fala de um síndrome que eu não tinha conhecimento dos sintomas o Síndrome de Tourette. O relato mexeu mesmo muito comigo, todos aqueles espasmos todo o sofrimento de Cory, as sucessivas mudanças de medicamentos. A forma como a escola o tratava, os colegas, o sofrimento da família.
Foi uma leitura forte que só aconselho a quem tenha sangue frio, pelo menos mais frio que o meu ;).
Classificação de 4**** no Goodreads.

Excelentes leituras!

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Opinião - "Um Grito de Socorro" da escritora Casey Watson

Sinopse:
"Quando Casey Watson recebe Sophia no âmbito do programa de acolhimento, imediatamente se apercebe de que algo não bate certo. O comportamento de Sophia é inconstante e manipulador e a jovem está habituada a conseguir tudo o que quer, reagindo violentamente quando a contrariam. Parece só ter olhos para os homens da família de acolhimento e trata as mulheres com insolência. À medida que o tempo passa, Casey apercebe-se de que este comportamento esconde uma infância repleta de dor e abusos. Mas, quando as explosões violentas de Sophia começam a ameaçar a integridade física dos membros da família, Casey pergunta-se se será a pessoa certa para ajudar esta menina profundamente perturbada."retirado da contracapa do livro 

A escritora Casey Watson:
"Casey é uma mãe de acolhimento especializada em casos extremamente problemáticos. Ela e o marido recebem crianças com passados traumáticos. Enquanto estão ao seu cuidado, estas crianças são orientadas através de um programa comportamental que lhes permitirá voltar à sua família biológica ou entrar no sistema de acolhimento institucional. Antes deste livro, Casey já tinha escrito um outro baseado na história verídica de Justin, intitulado «O Menino que Ninguém Amava»"adaptado da banda do livro 

Opinião:
Tal como o nome indica este livro é realmente Um Grito de Socorro de uma menina chamada Sophie, que tem a tenra idade de 12 anos, quando foi entregue à família de acolhimento temporário dos Watson.
A leitura do livro fez-me ver mais uma vez, apesar de já ter plena noção desta realidade devido à minha profissão, a importância crucial das BOAS famílias de acolhimento. Estas famílias, estes pais de acolhimento, têm enormes privações ao nível familiar, pois a maioria das crianças que entram nos seus lares vem de famílias destruturadas, algumas já vivem à muito num regime de autogestão, ou seja, vivem por conta própria. Logo são crianças que têm vícios comportamentais, muitas vezes de automutilação, comportamentos que assumem para lhes ser dada a atenção e a dedicação que tanto necessitam mas que recusam. O conflito interior destas crianças é levado ao extremo, se algumas têm a capacidade de conseguirem adaptar-se a uma nova família e adotar comportamentos adequados, outras não.
Sophie é uma criança que com os seus tenros 12 anos já viu e passou por mais do que muitos adultos passaram em toda a sua vida. Não é de todo uma criança afável, tem momentos de descontrolo total da sua personalidade, é violenta quer em termos físicos quer a nível psicológico. Sofre da doença de Addison o que pode levar a elevados estados de ansiedade. Contudo, tudo o que era justificável pela doença, começou ao longo das semanas a ser questionável por parte dos pais de acolhimento. Ao comportamento de predisposição sexual para com os adultos e os seus ataques agressivos de extrema fúria, Casey começa a suspeitar que não têm nada a ver com a sua doença, mas sim uma problemática eventualmente do foro mental.
Mas será o que se pode exigir a uma criança que aos 10 anos assistiu há tentativa de suicídio da sua mãe, que aos 10 anos já tinha sido molestada pelos namorados da sua progenitora. Quando foi entregue ao seu tio, este a aceita para mais tarde a recusar. Os seus avós recusam aceitar a sua neta para dar os seus mimos e carinhos.
Este livro vai ficar na minha memória, tanto pelo sofrimento destas Sophie(s) que andam por este mundo fora, como pela força, determinação e garra desta mãe de acolhimento.
Recomendo vivamente esta leitura.
Classificação de 5***** no Goodreads.

Excelentes leituras.

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Maratona de Verão - Grupo Conforto dos Livros - Goodreads

Tal como já tinha divulgado aqui no blog a Maratona de Verão começou hoje, dia 3 de Agosto, pelas  00 h 00m e termina dia 2 de setembro às 23h59m.

Apesar da minha ressaca de maratonas e desafios literários, esta é sempre uma maratona que gosto de realizar, por diferentes motivos:
a)é uma maratona de grupos, esta tem o Grupo Campo e o Grupo Praia - eu pertenço ao grupo Praia;
b)nesta maratona temos desafios a cumprir mas que não são nada rigorosos, enquadra-se bem qualquer livro em cada um dos desafios;
c)cada grupo depois de cumprir os seus desafios (cada pessoa do grupo cumpre os desafios colocados na maratona) lê o que lhe apetecer ler, isto até ao final do desafio;
d)Ganha a equipa que ler mais páginas e em termos individuais ganha a pessoa que ler mais páginas;)

Livros da Maratona de Verão / páginas lidas por cada dia:


Primeira Leitura:

Segunda Leitura:

Terceira Leitura:

Excelentes leituras!

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Opinião - "Esta noite não aconteceu" da escritora Sónia Alcaso

Sinopse:
"Que poderá acontecer a quem anseia desesperadamente ser rico e famoso e se dispõe a vender a alma para o conseguir? Ao início de uma noite de temporal, Rosário Toledo, uma famosa autora de romances, encontra-se num bar de hotel com um jornalista perverso e calculista, disposto a acertar contas com o seu passado. Na outra ponta da cidade, um assassino chamado Vicente Pedras poupa inesperadamente a vida a um polícia atormentado, criando-se entre ambos uma estranha empatia que os levará a eleger essa noite como a de todas as vinganças - vinganças que incluem, entre outras, o castigo exemplar de uma mulher que abandonou o mercenário há muitos anos.
"Esta noite não aconteceu" é uma viagem ao interior sombrio de quatro personagens ao longo de doze horas, durante as quais assistiremos a uma espiral alucinante de encontros e desencontros, recordações e mentiras, abusos, recriminações, violência e sexo desenfreado; mas, à medida que a noite dá lugar à manhã, as máscaras cairão, uma por uma, mostrando que, afinal, nada é o que parece. Um romance empolgante e carregado de acção que nos surpreende da primeira à última página."Retirado da Contracapa do livro

Opinião:
Confesso com vergonha que tenho este livro na estante desde que foi lançado, maio de 2012...que coisa horrorosa. Mas é o que dá comprar demasiados livros, com uma estante com mais de 1500 livros por ler, acabei por colocar livros como este de parte e ler só os que iam saindo e mesmo assim nem todos. (considerem isto como um desabafo)
Este livro fala sobre quatro pessoas, uma escritora de romances cor de rosa, que tem muita fama, a Rosário Toledo e um jornalista Bernardo que conseguiu uma entrevista de vinte minutos com a ocupada Rosário.
Após a entrevista, Rosário dirige-se para casa, entra numa espiral dado que não percebe o porquê de os seus romances terem sucesso e agora tem vontade de escrever um livro que fale sobre a sua própria vida. Mas a noite ainda está no início, quando Rosário está a dormir a campainha toca com uma persistência que mostra que quem quer que esteja do outro lado da porta não vai desistir. Qual o espanto de Rosário quando se apercebe que, quem toca na campainha da sua casa é o jovem jornalista, Bernardo.
No outro extremo da cidade temos uma personagem peculiar, Vicente Pedras, contratado para matar um polícia que vive atormentado com um abandono. Quando Vicente recebe um telefonema para avançar com o homicídio, o assassino dirige-se à casa do polícia. No entanto, não contava encontrar este com uma corda no pescoço, para se suicidar. Vicente salva o polícia, estranho no mínimo dado que ele foi contratado para o matar. Entre Vicente e o polícia vai-se criar uma empatia e até uma amizade.
Este foi o primeiro livro que li de Sónia Alcaso. Gostei da forma como os acontecimentos se vão desenrolando. A escrita da Sónia prendeu-me à leitura mas apesar de o livro ser pequeno, acho que tem partes que cortaram a minha motivação, pormenores que chego à conclusão não serem necessários.O que me fascinou neste livro é que todos os acontecimentos ocorrem em doze horas. Doze horas que vão mudar o destino destas quatro pessoas para toda a sua vida.
Gostei da forma como as quatro personagens se interlaçam ao longo do livro. Confesso que ao longo da leitura houve alturas em que suspeitei que o final fosse esse mas depois de tantas coisas terem acontecido achei que não podia ser esse. Desta forma a escritora conseguiu surpreender-me, pela reviravolta que acontece no final.
Mas infelizmente foi um livro que apesar de ter gostado, não foi não me prendeu durante todas as páginas, como já mencionei anteriormente. Sendo um livro que só tem 176 páginas, seria de esperar que o lesse num dia, contudo houve alturas que me obriguei a ler.

Classificação de 3*** no Goodreads.

Excelentes leituras!

domingo, 30 de julho de 2017

Divulgação - "O Inominável" do escritor Gustavo Lopes

Resumo:
"Um grupo de amigos, estudantes do ensino médio, encontram um livro, jamais visto até então na biblioteca de sua escola, e resolvem provar a veracidade de seu conteúdo, instruções para um ritual aparentemente inofensivo e extremamente tentador. Motivados por um histórico de bulling e a promessa de um fim definitivo para os seus problemas, Andreia, Augusto “Bolinha”, Davi e Thalita partem em uma jornada sem retorno, rumo à escuridão inominável que habita em seus corações." retirado daqui.

Autor:
"Nascido em 89, em Suzano - SP, trabalho, estudo, vivo e me divido entre centenas de coisas, mas minha verdadeira paixão é a escrita. Tenho um blog de estimação onde escrevo sobre música e meus projetos inacabados. Leio quando posso e escrevo o quanto possível, sobre realidades distorcidas e talvez horrendas, que nem sempre têm um final feliz, mas que devem ser contadas." retirado daqui .

Como fazer para ler o primeiro livro de Gustavo Lopes...
O Inominável no Wattpad: https://www.wattpad.com/story/113333847-o-inomin%C3%A1vel

Livro com leitura gratuita... vale sempre apena dar uma oportunidade aos jovens escritores.
Quando o ler postarei aqui no blogue a minha sincera e honesta opinião, tal como prometi ao escritor.
Agradeço desde já ao Gustavo Lopes por ter entrado em contacto comigo para divulgar o ser livro e dar a minha opinião.

Excelente leitura!

sábado, 29 de julho de 2017

MARATONA DE VERÃO - ORGANIZADA PELO GRUPO NO CONFORTO DAS MARATONAS LITERÁRIAS

O que é?
Esta Maratona do Grupo “No Conforto das Maratonas Literárias” tem como principal objetivo a leitura dos livros que muitas vezes se vão acumulando… É um incentivo..! Bem, o previsto é, mediante o grupo de participantes, se formarem dois ou três grupos, somando-se, no final, o número de páginas lidas de modo a ser possível estabelecer um vencedor e uma equipa vencedora…

Regras:
No dia anterior ao início da maratona, será publicada no grupo a divisão dos participantes pelos grupos (aleatoriamente). Sendo assim, até lá, têm apenas de fazer o seguinte:
1. Se é um blogger: publicar um artigo a apresentar a participação na maratona com o nome do “host” (No Conforto dos Livros – com link para no-conforto-dos-livros.webnode.com ). Ah! E deixar na barra lateral o selo da maratona…
2. Caso não seja: publicar no seu mural de facebook, afirmando que participa na maratona (com o mesmo nome e link).

Quem pode participar?
Todos podem participar! Não apenas bloggers literários, mas também todos os leitores que estiverem interessados no desafio.


Quando e como vai decorrer?

O planeado é a maratona durar 1 mês, do dia 3 de agosto (desde o primeiro minuto – 0h00) ao dia 2 de setembro (até 23h59). Os resultados das equipas deverão ser anunciados no grupo até às 23h59 de 7 de setembro.

Como me posso inscrever?
Basta enviar um email para noconfortodoslivros@gmail.com ou comentar neste tópico do grupo “No Conforto das Maratonas Literárias” (no Goodreads). No prazo de um dia, responderei às inscrições e indicarei o grupo do Goodreads (para os que não tiverem ainda aderido). São aceites inscrições até ao dia 1 de agosto.


Como vai funcionar?
Como já sabem, formar-se-ão grupos de “competição”… Para a tornar mais interessante, decidi criar algumas categorias (os restantes livros são “à discrição”):

1. Toalha: um livro que te envolva.

2. Sol: um livro que te faça suar (thriller, suspense, hot, etc...).

3. Mar: um livro refrescante (mais leve, talvez até diferente do género habitual).

Nota: as metas são individuais e poderão ser leituras ou releituras. Os livros escolhidos para as categorias terão de ser lidos por completo (caso contrário, no final, por cada categoria não cumprida, o participante perderá 30 pontos).

Pois é eu vou participar...a ressaca das maratonas e dos desafios já passou...honestamente eu participo sempre nesta e não posso deixar de participar, é uma maratona aberta e vai fazer com que leia mais livros, para além das três categorias, posso ler os livros que quiser...

Excelentes leituras!

sexta-feira, 28 de julho de 2017

Opinião - "Escrito na Água" da escritora Paula Hawkins

Sinopse:

«Um thriller intenso, da autora do bestseller mundial A Rapariga no Comboio

CUIDADO COM AS ÁGUAS CALMAS. NÃO SABEMOS O QUE ESCONDEM NO FUNDO.
Nel vivia obcecada com as mortes no rio. O rio que atravessava aquela vila já levara a vida a demasiadas mulheres ao longo dos tempos, incluindo, recentemente, a melhor amiga da sua filha. Desde então, Nel vivia ainda mais determinada a encontrar respostas.Agora, é ela que aparece morta. Sem vestígios de crime, tudo aponta para que Nel se tenha suicidado no rio. Mas poucos dias antes da sua morte, ela deixara uma mensagem à irmã, Jules, num tom de voz urgente e assustado. Estaria Nel a temer pela sua vida?Que segredos escondem aquelas águas? Para descobrir a verdade, Jules ver-se-á forçada a enfrentar recordações e medos terríveis há muito submersos naquele rio de águas calmas, que a morte da irmã vem trazer à superfície.
Um livro profundamente original e surpreendente sobre as formas devastadoras que o passado encontra para voltar a assombrar-nos no presente. Paula Hawkins confirma, de forma triunfal, a sua mestria no entendimento dos instintos humanos, numa história com tanta ou maior intensidade do que
A Rapariga no Comboioretirado do site wook

Opinião:
Após o sucesso do primeiro livro de Paula Hawkins, "A Rapariga no Comboio", confesso que estava um pouco reticente quando comprei este livro. Após a leitura da sinopse, vi logo que  o tinha de ler, até porque, ao longo da leitura de algumas opiniões deixadas no Goodreads, apercebi-me que existe uma certa controvérsia em relação ao livro.
Ao longo da leitura deste notei que a autora evoluiu muito, tanto ao nível do enredo, com muito mais suspense, como também ao nível da própria estrutura do livro. Hawkins fez uma coisa que, como leitora, aprecio bastante...colocou a versão de cada uma das diferentes personagens sobre as atribuladas e arrepiantes mortes no rio de águas calmas.
Confesso que no início da leitura tive de escrever no meu diário de leitura (desculpem a repetição) as diferentes personagens que iam dando o seu parecer sobre o que aconteceu ao longo dos tempos naquele local, pois eram algumas personagens.
Confirmou-se a meu ver a mestria que Paula Hawkins tem em caracterizar as diferentes personagens, tal como no anterior livro. Costumo dizer que gosto de sentir, quando leio, que estou atrás de uma porta a observar o desenrolar dos acontecimentos. Com a caracterização pormenorizada que é feita das diferentes personagens tive aquela sensação maravilhosa de que as conhecia, até melhor do que elas se conhecem a si mesmas. 
Ao longo do livro fui arrebatada com a extraordinária capacidade da introdução de novos acontecimentos e essencialmente o modo como foram introduzidos. Não estava a contar com um livro tão intenso, a meu ver este está carregado de suspense, mistério e algum misticismo o qual tornou esta leitura muito viciante.
As histórias das diferentes mulheres que aparecem mortas no rio não são pura coincidência, estão interligadas umas com as outras, o que me obrigou a uma redobrada atenção. As mulheres que apareceram mortas no rio, segundo os habitantes da pequena vila, eram mulheres que se suicidaram  no rio, o mesmo rio que em séculos anteriores guardava nas suas águas bruxas e videntes.
Adorei a personagem Nel, a sua filha Lena e a Jules e não Julia, irmã da Nel. Confesso que gostei muito do Sean, apesar de não ser o protótipo de inspetor nem marido perfeito, muito longe disso, cativou-me pela sua infância atribulada e que de certa forma se reflete no homem que é enquanto adulto. Gostei muito da Lena, apesar da sua prepotência e arrogância, defendeu sempre a sua maior amiga a Kate (uma das duas últimas vitimas do rio, sendo a última a Nel, mãe de Lena). A esposa de Sean, não me cativou, apesar de ter de admitir a sua perspicácia, contudo não compreendo o modo de ela encarar as traições do Sean, não acho que uma mulher tenha que se sujeitar a tal humilhação.
Nel e Jules são irmãs que devido a uma série de mal entendidos, que ocorreram na sua infância, afastam-se...o que na vida real acontece com frequência.
Quando Nel aparece morta no rio, Jules tem de regressar à terra que ela nunca mais queria voltar, mas tendo a sua sobrinha Lena que sendo menor de idade tem de ficar sobre a responsabilidade de Jules. Quando chega é confrontada com, uma sobrinha fria e aparentemente distante, com memórias de um passado que à muito ela queria ter enterrado, mas que acabou por vir ao de cima e fez com que Jules se sentisse culpada pelo seu afastamento da irmã e compreendesse que a mesma nunca sonhou o que ela tinha sofrido.
Uma questão continua no ar até às últimas páginas do livro: Quem é o responsável pelas mortes no rio? Será que existe mesmo um responsável ou as mulheres com problemas do foro pessoal e até psiquiátrico sentem uma estranha atração pelo mesmo???
Ao longo da leitura, fui tendo diferentes suspeitos, acho que só mesmo no final é que encontrei o verdadeiro assassino de Nel. Mais um motivo que me fez ter gostado tanto deste livro.
Adorei esta leitura, este é o livro revelação de Paula Hawkins, a meu ver claro. Se continuar com esta evolução acho que temos aqui uma autora com um enorme potencial para vir a ser considerada mestre do thriller e do suspense.
Classificação 5***** no Goodreads.

Excelentes leituras!

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Opinião - "Ainda Estou Viva" de Han Eun-mi

Sinopse:
"A jovem Han Eun-mi nasceu na Coreia do Norte. Viu os seus pais morrerem lentamente à fome. Viu as ruas encherem-se de crianças órfãs, como ela. Sabia que podia ser presa, torturada ou assassinada a qualquer instante, sem acusação ou hipótese de defesa. Sabia que o silêncio e a obediência cega eram a sua única hipótese de sobrevivência. Tinha a certeza que a fuga era a sua única esperança.
Para escapar à fome, Han tentou tudo. Do trabalho violento à vida nas ruas, à mercê de esmolas. Quando percebeu que as suas forças estavam a chegar ao fim, resolveu arriscar a vida e partir rumo ao desconhecido...
Em 2009, conseguiu atravessar a fronteira para a China, mas o seu calvário não termina aí. Tal como aconteceu com milhares de pessoas indefesas um pouco por todo o mundo, tornou-se vítima de tráfico humano. Foi obrigada a viver com um homem chinês, que a violou repetidamente, e acabou por dar à luz um filho de ambos.
Só em 2015 é que Han pôde finalmente respirar o ar da liberdade. Tida como «desertora», conseguiu escapar para a Coreia do Sul. Esta é a sua dramática e inspiradora história. Um apelo ao mundo. Para que não ignore a desumana realidade da vida na Coreia do Norte."Retirado da Contracapa do livro

"As ilustrações no interior deste livro são da autoria de um artista norte-coreano - Kim Ji-hwan -, também ele desertor. As fotografias são proibidas na Coreia do Norte, pelo que as únicas provas verdadeiras da vida no país provêm de desenhos ou relatos. Estas ilustrações basearam-se nas memórias do artista e nas descrições da autora."Retirado da Contracapa do livro

Opinião:
Aconselho a leitura da sinopse, pois não tenho muito a acrescentar em relação a este livro. De inicio este foi o diário escrito pela autora, aquando da sua chegada à Coreia do Sul, depois tornou-se em livro traduzido por Simon Lim que mora em Seul e foi o responsável pela sua tradução para inglês. Este é mais um testemunho de uma vítima do regime comunista da Coreia do Norte. Só mais um no meio de tantos.
Muitos governantes deviam ler este livro e outros, para deixarem de ter medo do arsenal militar da Coreia do Norte e pensar mais nas pessoas que são vítimas da crueldade que se vive lá.

Dizer que gostei deste livro, faz-me sentir um pouco macabra, acho que entendem o que quero dizer. Preferia que não existissem de todo livros destes, não para silenciar as vítimas mas por não existirem regimes destes, logo não existirem vítimas.

Vou deixar aqui um vídeo que andou algum tempo em diversas redes sociais...


Vídeo produzido pela SIC e apresentado no programa "Toda a Verdade".
Documentário Clandestino sobre a Coreia do Norte


Excelentes Leituras!

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Opinião - "A Magia de Aria" do escritor Brian Holguin

Sinopse:
"Um mundo povoado por criaturas mágicas e divindades esquecidas, que passeiam pelas ruas de Manhattan sem serem reconhecidas...um mundo no qual os elfos, fadas e demónios existem e se escondem ao virar de uma esquina, ou por trás de uma porta qualquer...
Aria narra a história de Lady Kildare, uma princesa das fadas exiladas na cidade de Nova Iorque, um mundo mas "mágico" e mais surpreendente do que o seu mundo de origem. Mas uma ameaça sombria surge no horizonte, ameaçando não só as suas vidas mas também todo o universo.
Numa aventura arrebatadora que nos transporta das ruas de Manhattan aos campos bucólicos de Inglaterra e ao mundo encantado de Faerie, Lady Kildare e os seus companheiros enfrentam O Senhor das Trevas numa luta sem tréguas."

Com um desenho excecional e um argumento inteligente e cuidado, Aria é uma viagem mágica que o leitor não esquecerá.
Este volume reúne os quatro números da mini-série The Magic of Aria.

Opinião:

Este não é de todo um género de leitura a que esteja habituada.
Adorei o design está fantástico, muito bem concebido mesmo, ilustrações maravilhosas.
Gostei da história, uma mistura do mundo real com o mundo fantástico. Repleta de seres fantásticos cheios de magia que ora estão no seu mundo ora habitam o nosso planeta. A existência de uma personagem com o nome "Senhor das Trevas" (sim fez-me lembrar o Voldemort), dá ao enredo um quê de assustador, pelo menos a mim deu e com as ilustrações à mistura ainda mais ;(.
Vou tentar dar mais oportunidades a este tipo de leitura, agradou-me muito.

Classificação de 4**** no Goodreads.
Recomendo vivamente a leitura deste livro.

Excelentes leituras.

domingo, 9 de julho de 2017

Projecto Who Runs The World _ Books

Bom este é um projecto em grande...acho que vai ser o meu maior desafio, pois vou começar provavelmente amanhã dia 10 de julho de 2017, não sabendo quando vou terminar.
Não posso deixar de referir que encontrei este projecto na página do facebook Cantinho dos Leitores Felizes, logo tem de ser um excelente projecto ;), para nos deixar a todos bem felizes.
O projecto tal como referem a João do blog A Biblioteca da João  e a Vanessa do blog Miss Livrinhos este não é um projecto inédito mas "Como diz o ditado, as boas ideias são para seguir...", concordo plenamente convosco;)
Em que consiste este Projecto de Leitura que teve inicio no dia 1 de junho de 2017 (como sempre chego atrasada aos projectos e maratonas, mas não tem mal;)). Bom eu podia tentar explicar aqui mas vou fazer copiar exatamente o que a João e a Vanessa colocaram lá no Cantinho dos Leitores Felizes, todos os créditos do texto que se segue vão para elas, desde já quero deixar aqui o meu muito obrigada.


"Como diz o ditado, as boas ideias são para seguir...
Quando vimos este projecto no blog http://www.viaggiando.com.br/198livros, não resistimos a criar o nosso projecto à sua semelhança.
Partindo da listagem de todos os países do Mundo da ONU, iremos ler um autor natural de cada um dos 193 países que constituem esta lista.
Será um projecto a começar dia 01/06/2017, no entanto, porque não queremos pressões e queremos aproveitar bem esta volta ao mundo, não terá data de fim nem uma escolha pré-definida do país seguinte.
Para quem quiser partilhar esta experiência de leitura connosco, sugerimos cada um ler quando e o que quiser. De qualquer forma, iremos anunciar a nossa próxima rota antecipadamente. Para tal criámos uma listagem de controlo das leituras em excel (podemos partilhar esta tabela por email, basta pedirem) onde a ideia é preencher, para cada país lido, o autor e o livro, assim como a data de leitura. Desta forma, todos podem ler ao seu ritmo e todos podemos usufruir das sugestões e opiniões de quem já leu.
Iremos utilizar a hastag #whorunstheworldbooks para identificar as nossas leituras no âmbito do projecto. Sintam-se à vontade para a utilizar também!
Quem se quiser juntar a nós, é muito benvindo. Para além daqui do blogue, teremos updates do projecto no Grupo do Facebook "Cantinho dos Leitores Felizes"!" Retirado da página do facebook Cantinho dos Leitores Felizes, texto da autoria de Maria João Dinis e Vanessa Pereira

O primeiro sorteio já foi realizado e a leitura também já foi iniciada. O pais selecionado e o livro foram...

Confesso que estou super feliz mesmo...pois na semana passada fui à Bertrand e como tinha um saldo muito grande no cartão aproveitei para trazer para casa duas relíquias que foram exatamente os dois volumes lançados pela Relógio d`Água, que eu andava à muito a tentar ter com letras que dessem para eu ler.
Claro que já sabem que me refiro à obra escolhida "Os Miseráveis" de Victor Hugo.


Estes são os meus livrinhos... são lindos;),fofinhos e já estão na minha mesinha de cabeceira à espera de serem amorosamente deleitados...

Vou atualizando as leituras que vão surgir para este projecto e as minhas singelas opiniões sobre os livros escolhidos.

Excelentes leituras para todos...