quarta-feira, 25 de março de 2015

Minha opinião sobre o livro Shiver - Um amor Impossível- da escritora Maggie Stiefvater

Shiver
Um Amor Impossível
de Maggie Stiefvater
Eleito um dos melhores livros do ano pela revista Publishers Weekly
Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 440
Editor: Editorial Presença
ISBN: 9789722344517
Coleção: Noites Claras
Faixa etária: a partir dos 12 anos
Preço:17,90 euros

Sinopse:
"Sam e Grace são dois adolescentes que vivem um amor sublime e aparentemente impossível. Todos os anos, quando chega a Primavera, Sam, abandona a sua vida de lobisomem e recupera a forma humana, aproximando-se de Grace, mas sempre que regressa o Inverno, vê-se obrigado a voltar à floresta e a viver com a sua alcateia. Conseguirá o seu amor vencer os muitos obstáculos que ameaçam separá-los para sempre? Uma história cheia de aventuras e descobertas, mágica, original, que desafia a mente e enternece o coração. 

Traduzido em mais de 30 países e já um bestseller internacional, Shiver- Um Amor Impossível foi considerado um dos melhores livros juvenis de 2009 por algumas publicações literárias como a revista Publishers Weekly. Maggie Stiefvater é uma jovem autora de 27 anos que nos relata a história de um amor impossível entre uma rapariga de 16 anos e um rapaz misterioso que se transforma em lobo quando o Inverno chega. E é desta luta por tentar permanecer humano que nascerá uma bela - e impossível - história de amor."retirado do site wook.


Críticas de imprensa
«Encantador e comovente. Um livro imprescindível.» | School Library Journal

«Uma escrita sublime, por vezes poética, e um entretenimento perfeito para leitores de todas as idades.» | BookPage

«Um livro magnífico que apela à nossa imaginação e às nossas emoções… Uma leitura absorvente!» | Twilight Series Theories

Sétima arte...

Minha Opinião:

Nunca tinha lido nada desta escritora mas estava muito curiosa com a leitura deste livro, que é o primeiro volume da trilogia  "Os Lobos de Mercy Falls", um romance para jovens adultos, apesar de ser considerado para maiores de doze anos. Deixo isso ao critério da maturidade do leitor.

Neste primeiro volume são nos dadas a conhecer duas personagens Grace e Sam, que são os jovens  protagonistas desta trilogia.

Grace foi atacada quando tinha 11 anos pelos lobos, enquanto estava no seu baloiço, foi arrastada pelos lobos para a floresta e foi atrocidada pela alcateia, menos por um lobo de olhos amarelos que a observava. Ela saiu viva e não foi mordida pelos lobos.
Desde aí, os lobos da floresta que circundam a sua casa, tornam-se na vida de Grace, em especial um certo lobo de olhos amarelos.
Anos passam e esse lobo continua com as suas visitas silenciosas a Grace. Sam e Grace apaixonam-se e como será possível dois seres de mundos tão diferentes manterem-se juntas?

O livro é narrado por capítulos em que os narradores ora é o Sam ora é a Grace, cada um nos vai mostrando as suas angustias e os seus medos, as suas expectativas em relação ao outro e em relação aos restantes elementos da alcateia.
Ao longo dos capítulos temos dois adolescentes: Grace de 17 anos e Sam de 18 anos, onde nos são apresentados os momentos em que se contactam pela primeira vez desde o acidente e depois mais tarde quando Sam se transforma em humano e se relacionam. Adorei conhecer as personagens e poder "viver" o amor existente entre ambos.

Quem é mordido por um lobo, inicia a sua transformação no Inverno (são as baixas temperaturas que os tornam instáveis e os fazem transformar), voltando apenas à forma humana pela Primavera/Verão, quando a temperatura já aumentou e estabilizou. No entanto, com o passar dos anos, a transformação em humano dá-se cada vez mais tarde, até que um dia já não se transformam.Isto está muito bem explicado no livro.

É neste último ponto que parte da história se foca - é o último ano do Sam. Todos sabem, mas ninguém fala disso. Como poderá Grace sobreviver sem o seu Sam? E porque razão não se transformou ela em lobo quando foi mordida? O amor vivido pelos dois é enternecedor, comovente e especial.

Este é um livro lindo que aconselho a quem gosta do género fantástico e mesmo quem tem algumas reticências experimente não custa, é uma leitura fácil pois tem uma escrita fantástica, esta escritora fascina o leitor pelo modo como escreve e faz desenrolar a história.

Recomendo vivamente a leitura desta trilogia.
Boas leituras;)

A escritora _ Maggie Stiefvater_

Maggie Stiefvater é uma jovem escritora norte-americana nascida em 1981, que escreve ficção fantástica juvenil. Todas as suas obras se têm tornado grandes êxitos, batendo recordes de permanência nas tabelas de vendas. Entre os vários títulos que já publicou destacam-se The Scorpio Races e The Raven Boys. A trilogia Shiver conta já com um milhão e setecentos mil exemplares impressos só nos EUA, tem recebido inúmeras nomeações e prémios e encontra-se traduzida em 36 idiomas.

segunda-feira, 23 de março de 2015

TAG – Liebster Award

Fui desafiada pelo blog http://miniestanteliteraria.blogspot.pt/2015/03/tag-liebster-award.html#comment-form a responder a esta TAG.
A TAG é destina a blogues com menos de 200 seguidores.
A Liebster Award TAG consiste em: 

1 - escrever 11 factos sobre nós
2 - responder às perguntas que nos fizeram;
3 - nomear 11 blogs com menos de 200 seguidores para responder à TAG;
4 - fazer 11 perguntas a esses blogs;
5 - partilhar a foto da Liebster Award TAG no post;
6 - enviar o link do post a quem nos nomeou.

11 FACTOS SOBRE MIM:
  1. Adoro café e chã de camomila;
  2. Sou amiga do meu amigo, detesto falsidades e intrigas de diz que disse;
  3. Sou uma leitora compulsiva, amo ler é a minha paixão;
  4. Gosto de frio e de chuva não gosto do calor;
  5. Adoro ver um bom filme animado, romance ou comédia romântica;
  6. Detesto stress, e pessoas agitadas colocam-me fora de mim, gosto de fazer tudo com calma,
  7. Detesto quando falam para mim antes de eu tomar o pequeno almoço, pelo menos o café;
  8. Gosto de estar sozinha sem barulho a ler um bom livro numa tarde de chuva e frio;
  9. Adoro a natureza, montanhas, serras, mar, passear pelo meio das flores, jardins etc...
  10. Não sou pessoa de falar muito com quem não me é familiar, por isso acham que sou tímida, mas diria que gosto de observar para depois poder como actuar.
  11. Adoro a minha profissão_Professora_ gosto de ensinar.
Responder às perguntas que me foram feitas:

1 – Qual o teu género preferido de livros?
Gosto de romances históricos com sensualidade do tipo Madeline Hunter, gosto dos policiais de James Patterson.

2 – A quem deixarias os teus livros?

Ainda não pensei nisso mas como tenho quase 600 livros deixaria à biblioteca municipal da minha terra.

3 – Nomeia 3 autores que pretendes ler brevemente?
James Patterson, Madeline Hunter e Jodi Picoult.

4 – Existe algum livro que tenhas decidido, desde o seu lançamento, não o ler?

Não.

5 – Onde é o teu local favorito para ler?

Na sala durante o dia e no quarto à noite.

6 – Qual o livro que andas a ler?

Shiver_Um amor impossível_ .

7 – Qual o objeto que levas sempre contigo e não sais de casa sem ele?

O livro que estou a ler tenha ele o tamanho que tiver.

8 – Qual a tua comida favorita?

Arroz de cabidela mas o que a minha mãe faz.

9 – Qual a tua maior qualidade e maior defeito?

Amiga do meu amigo e guardo segredo, defeito é ter um humor de cão quando acordo.

10 – Qual o teu maior medo?

Sentir que vou morrer.

11 – No blogue adotas-te o novo acordo ortográfico?

Não tive essa preocupação.

Não vou escolher os blogs pois já quase todos foram escolhidos quem quiser pode responder à TAG. Gostava que a Mini estante literária respondesse às perguntas para nos conhecer-mos melhor.

Minhas perguntas:
1-O que mais te fascina na leitura?
2- Porque crias-te um blogue?
3- Qual o teu escritor(a) favoritos?
4-Compras livros quando podes ou queres ou só quando não tens nada para ler em casa?
5-Como leitora qual o teu maior defeito?
6- Estipulas o número de páginas que tens de ler por dia?
7-Emprestas os teus livros?
8- Quando começas um livro, lês até ao fim sempre mesmo que não estejas a gostar?
9-Qual o teu principal defeito e a tua principal virtude?
10-Onde costumas ler?
11-Costumas reler os livros?

domingo, 22 de março de 2015

Minha opinião sobre "Provocadora" de Madeline Hunter

Provocadora
As flores mais raras - Livro II
de Madeline Hunter
Edição/reimpressão: 2013
Páginas: 336
Editor: Edições Asa
ISBN: 9789892325125
Preço:16,90 euros

Sinopse:
"Verity Thompson desapareceu no dia do seu casamento. O seu paradeiro manteve-se secreto durante dois anos. Um longo período em que o marido, o conde de Hawkeswell, viveu na penúria e na incerteza.
Verity deixou para trás uma fortuna imensa mas inacessível, pois o seu óbito não foi declarado. Nem poderia sê-lo pois ela está bem viva. Ao ser obrigada a casar, Verity fugiu de Londres e refugiou-se, incógnita, no campo. Sem qualquer interesse pelo título ou estatuto do marido, abdicou da sua fortuna em troca da liberdade. Mas o passado tem os seus próprios desígnios e a jovem vê-se agora obrigada a regressar à cidade e a um casamento sem amor.
Por seu lado, o arrogante Hawkeswell está disposto a chegar a um acordo: se Verity lhe conceder três beijos por dia, ele não a obrigará a cumprir os deveres conjugais. Mas, claro, há beijos e beijos… e Verity vai perceber até que ponto se arruinou ao entregar-se às mãos hábeis de um mestre."retirado do site wook

A sétima arte...

Minha Opinião:
A Série Flores Raras tem em comum o facto de existir uma casa "chefiada" pela prima de Audrianna (protagonista do livro I _ Deslumbrante), Daphne Joyes, que acolhe mulheres que de certa forma se encontram desamparadas pelas suas famílias ou fugidas de algo. Uma das regras nesta casa é não haver perguntas dos motivos que levam essas mulheres a irem para lá.
Daphne é a que "manda" lá na casa mas todas são responsáveis pelos belos jardins e estufas, que são vendidas na alta sociedade londrina. Na casa com ela estava Audrianna que casou com Sebastian, no primeiro livro_Deslumbrante_,neste livro no início está Celia e Lizzie.
Certo dia Sebastian chega mais cedo de uma viagem com o seu amigo, atormentado, Conde de Hawkeswell, que foi abandonado à dois anos pela sua esposa Verity, logo após o casamento, que nunca mais ninguém a viu. Verity desaparecida à dois anos estava quase a ser dada como morta, o que desta forma iria permitir ao conde ter acesso ao dote que lhe era devido.
Mas como estava a contar Sebastian chega mais cedo da sua viagem e vai buscar a sua esposa Audrianna à casa da prima, levando com ele o conde.
Claro está que é aqui que tudo começa o conde descobre a sua esposa Verity se esconde na casa de Daphne quando a encontra no jardim a remexer a terra, ela dava pelo nome falso de Lizzie. Verity fez de tudo para não ser descoberta, pois foi um casamento forçado para salvar uma família pobre que dependia do pai dela. Contudo o seu pai tendo falecido, todos os seus negócios de ferro passam para o detestável primo mais velho de Verity, Bertram. Um pessoa horrível,que montou uma grande mentira para que Verity casasse com o conde Hawkeswell e ele ficasse com mais de metade do poder da fábrica e da fortuna da família dela.
Verity é a protagonista feminina tal como Audrianna o foi no livro Deslumbrante, mas é uma protagonista mas forte no meu ponto de vista, consegue dobrar de uma forma peculiar o conde deixando-o quase sempre sem resposta, pelo menos sem um não,para lhe dizer. As cenas mais sensuais são muito mais intensas e mais adultas. As personagens estão muito bem trabalhadas e mais aprofundadas na sua descrição psicológica. Este livro é sem dúvida delicioso, não posso dizer que é melhor ou prior que o primeiro, Madeline Hunter segue a mesma linha mas estamos perante uma saga e vamos conhecendo melhor as personagens e exigindo mais delas e nisso a escritora cumpri-o na integra o seu papel, aliás como sempre.
Um livro a ser lido e a não perder.
Adorei e aconselho vivamente a leitura desta Série As Flores Mais Raras.
Boas leituras;)

segunda-feira, 16 de março de 2015

Minha opinião sobre"Deslumbrante" da escritora Madeline Hunter

Deslumbrante
As flores mais raras - Livro I
de Madeline Hunter; 
Tradução: Ana Álvares
Edição/reimpressão: 2013
Páginas: 320
Editor: Edições Asa
ISBN: 9789892323725
Preço:16,90 euros

Sinopse:
"Numa época em que a reputação de uma mulher é o seu bem mais precioso, Audrianna desafia todas as convenções. Ela é uma jovem determinada, independente… e disposta a tudo para aniquilar o seu adversário, o altivo Lord Sebastian Sommerhayes. A uni-los está um homem: o pai de Audrianna, que morreu envolto nas malhas de uma conspiração. Para Audrianna, essa tragédia significou o fim da sua inocência. Para Sebastian, que liderou a investigação, foi apenas uma morte merecida. Audrianna jurou limpar o nome do pai, mas nunca esperou sentir um desejo tão avassalador pelo homem que o arrasou. A busca pela verdade vai levá-la demasiado longe numa sociedade que é implacável perante a ousadia feminina. Ao ver-se mergulhada num escândalo que pode ser-lhe fatal, Audrianna tem apenas uma inconcebível opção… 
Deslumbrante é o primeiro volume da série As Flores Mais Raras. Mais uma apaixonante e sensual saga histórica pela mão da Rainha do Romance."retirado do site wook

Sétima arte...

Minha Opinião:
Gostava de alertar que sou fã dos romances de época de Madeline Hunter, logo parti para a leitura deste primeiro livro da série flores raras com as expectativas em alta e não me desiludi.
Sendo o primeiro livro de uma nova série, as personagens são apresentadas de uma forma um pouco mais profunda, ficamos a conhecer um pouco daquilo que escondem e também com a percepção do que nos aguardam os próximos livros. 
Ao contrário do que é habitual nos livros de Madeline Hunter a personagem principal é uma mulher, Audrianna, que tenta a todo o custo limpar o nome do pai, que se suicidou, por ter sido acusado de ter mandado pólvora em más condições para o campo de batalha. Quanto ao protagonista masculino,Sebastian, à primeira vista parece um pouco mais apagado pela presença do irmão. Isso acontece visto que ele apenas estar numa posição de poder porque esse irmão se encontra numa cadeira de rodas, incapacitado das cintura para baixo devido a ferimentos de guerra. Apesar disso, ele não mostra qualquer ressentimento e luta todos os dias pelos ideais da sua família perante o governo e os seus pares. Ele é um homem integro, inteligente e que tudo faz para proteger aqueles que ama. 
Como em todos os livros desta escritora existe a parte sensual bem marcada, que neste volume se estabelece entre Audrianna  e Sebastian. Será de salientar que Sebastian fez parte da parelha que provou que o pai da protagonista enviou a pólvora estragada para os campos de batalha. 
A atracção que existe entre Audrianna e Sebastian tem várias nuvens negras a pairar sobre eles.
Um livro que inicia a série  que promete ser bastante agradável, uma escrita bem concebida e leve que me prendeu desde a primeira página.
Boas leituras!    

sábado, 14 de março de 2015

terça-feira, 10 de março de 2015

Minha opinião sobre o livro _ "Vou amar-te para sempre"_ de Monica Murphy

Vou Amar-te para Sempre
de Monica Murphy
Edição/reimpressão: 2015
Páginas: 256
Editor: TopSeller
ISBN: 9789898800190
Capa: Sarah Hansen
Preço: 13,94 euros

Sinopse:
"Perder. Tudo na minha vida se resume a esta palavra doentia. O meu treinador culpa-me por termos perdido os jogos decisivos da temporada. E o resto da equipa também. Passei os últimos dois meses completamente perdido e fechado sobre o meu desespero, como um autêntico fracassado. E perdi a minha namorada — Fable, a única rapariga que alguma vez mexeu comigo — por não me achar suficientemente bom para ela e por não querer magoá-la.
Agora sei que deixá-la foi um erro e, ao ser cobarde, fui eu quem mais perdeu. Mas, mesmo que ela finja que está tudo bem e que seguiu com a sua vida, sei que ainda pensa em mim. Conheço-a demasiado bem. Raios… Ela é tão frágil que tudo o que eu mais quero é estar por perto para protegê-la… para abraçá-la… para amá-la.
Só preciso que ela me dê mais uma oportunidade. Estamos perdidos, um sem o outro, mas eu sei que juntos podemos viver um amor incomparável, para sempre." retirado do site wook


Críticas de imprensa
«Maravilhoso, de fazer acelerar o coração, profundo e extremamente emotivo. Tudo o que se pode querer num livro.»
Mostly YA BOOK Obsessed

«Uma história emotiva. A autora escreve com o coração e agarra-nos de forma tão intensa que podemos sentir a paixão, a angústia e, sobretudo, o amor verdadeiro entre duas pessoas que merecem ser felizes.»
The Reading Cafe

«Este livro é a jornada maravilhosa de dois corações perdidos. Este livro é o livro. Este livro é perfeito.»
The Obsessive Reader


Minha opinião:
Depois do final arrebatadoramente triste do livro "Uma semana para te amar" em que Drew deixa Fable, com um simples poema,após uma noite de arrebatadora de amor, um final que deixou o meu coração apertadinho e me fez escorrer algumas lágrimas de tristeza, chega o segundo livro que é uma autêntica montanha russa de emoções.

Passam-se dois messes sem que Fable e Drew saibam nada um do outro, mas o amor dos dois continua indestrutível sem que nenhum deles saiba, cada um pesa que o outro seguiu com o seu caminho e que não voltar a ver-se, mas estão enganados.
Drew, o menino bonito, bom aluno e excelente jogador, vai ao fundo do poço ao ponto de por sua iniciativa consultar uma psicóloga. Fable tem encargos como o seu irmão e tem o seu trabalho não se pode deixar ir totalmente a baixo. Ocorrem mudanças no trabalho dela e vai trabalhar para um restaurante de luxo frequentado por muitos jogadores. Já estão a ver como eles se vão encontrar, por isso não adianto mais.

Drew continua com os seus problemas em relação à sua "irmã" que morreu (leiam o primeiro livro), mas mantém o contacto com o Pai que, certo dia marca uma almoço com ele para lhe comunicar que se vai divorciar e fazer a vida negra à sua ex pois descobriu que foi traído várias vezes...o dilema instala-se na cabeça de Drew.

Drew e Fable neste livro vivem uma história de amor de altos e baixos, com as suas vidas sempre complicadas e imperfeitas mas acima de tudo amam-se e isso neste livro ganha todas as inseguranças.

"Vou amar-te para sempre" como o próprio nome indica, desta vez nada separa Drew de Fable e o final é bem diferente do livro anterior, fiquei feliz e não deitei a lagriminha.... Agora vou aguardar ansiosamente pelos dois livros que falta para completar esta saga maravilhosamente romântica.
Adorei e recomendo vivamente a leitura deste livro mas leiam primeiro o "Uma semana para te amar".
Boas leituras;)

quarta-feira, 4 de março de 2015

Minha opinião sobre o livro _"Uma semana para te amar"_ de Monica Murphy

Uma Semana para te Amar
de Monica Murphy
Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 208
Editor: TopSeller
ISBN: 9789898626554
Capa: Sarah Hansen
Preço: 13,49 euros

Sinopse:
"Temporária. É a palavra que melhor descreve a minha vida nos últimos anos. Sou a mãe temporária do meu irmão mais novo, já que, aparentemente, a nossa mãe não quer saber de nós. Tenho um trabalho temporário num bar, pelo menos até conseguir arranjar outra coisa. E sou a namorada temporária que todos os rapazes querem ter, porque me deixo seduzir facilmente. Ou, pelo menos, é o que dizem os rumores.
Sou neste momento a namorada temporária do Drew Callahan, lenda da equipa de futebol da universidade e de quem toda a gente gosta. Ele precisava de alguém que fingisse ser sua namorada durante uma semana. Em troca de dinheiro. Muito dinheiro.
Levou-me para o seu mundo falso, onde toda a gente me detesta e onde toda a gente quer alguma coisa dele. Mas a única coisa que o Drew parece querer sou eu.
Já não sei em que acreditar. Tudo o que eu sei é que o Drew parece precisar muito de mim. E eu quero estar lá para ele. Para sempre."retirado do site wook

Retirado do youtube...

Críticas de imprensa
«O livro perfeito que parou o meu mundo por algumas horas.»
The Obsessive Reader

«Uma história doce e sexy que vai agarrá-lo desde a primeira página.»
Under the Covers

«Um romance delicioso e sexy, com personagens complicadas e drama intenso.»
Literary Cravings

«Um livro fantástico! Mal posso esperar pelo resto da viagem emocional do Drew e da Fable.»
A Bookish Escape

Minha opinião:
Este foi o primeiro romance que li de Monica Murphy, mas não vai ser o último de certeza, isto porque já tenho aqui o segundo volume desta saga que se intitula "Vou amar-te para sempre". Sei que tem pelo menos mais dois volumes mas que ainda não estão traduzidos na nossa língua materna.

É um romance que aparentemente me parecia de pouca intensidade mas com o desenrolar da história, que ocorre logo nas primeiras páginas, mostra-me a intensidade das personagens e do enredo das suas histórias de vida. Tanto Drew como Fable são jovens adultos marcados por famílias desestruturaras. Drew perde a sua mãe quando ainda tem somente dois anos de idade, Fable desconhece o seu pai e o do seu irmão, pois a sua mãe é uma alcoólica que anda constantemente a mudar de parceiro sexual, mas todos eles a mal tratam.
O pai de Drew está constantemente a controla-lo em todos os pontos da sua vida, duvidando mesmo se o filho é gay ou não, pois nunca lhe conheceu nenhuma namorada. A sua madrasta tem por ele uma paixão escondida, o que leva a que não se importe da ausência de namoradas por parte do enteado.
Tudo começa quando Drew decide convidar_pagando uma boa quantia de dinheiro_ Fable para fazer de conta que é sua namorada durante uma semana e leva-la a casa dos pais.
Entre Drew e Fable começa a estabelecer-se uma união e uma cumplicidade muito grandes o que faz com que as coisas não corram como era pretendido. 

Este é um livro que está escrito de uma forma simples que cativa o leitor a ler sempre mais e a não pousar o livro, a escritora usou todos os perlimpimpins para prender o leitor não só ao livro mas à saga em si.

Amei, adorei muito e recomendo vivamente a sua leitura;)
Alerta: não me responsabilizo pelos ataques de riso incontroláveis, pelas noites sem dormir e pelos ataques de choro e angustia. Mas garanto que tudo isto junto resulta num livro brilhante.
Não podem perder esta leitura...

«Quero acreditar no conto de fadas.»
                       Fable Maguire

«Quando mais tento afastar-te, mais quero que resistas.»
                                            Drew Callahan

terça-feira, 3 de março de 2015

A escritora _ Monica Murphy _

"Monica Murphy é uma autora norte-americana cuja coleção de livros intituladaOne Week Girlfriend Quartet já é bestseller do New York Times e do USA Today. Uma Semana para te Amar é o primeiro título desta série.
Escreve ficção para jovens adultos, além de romances contemporâneos. Vive com o marido e os três filhos no sopé das montanhas de Yosemite, na Califórnia.
Adora livros e acha que tem o melhor TRABALHO do mundo." retirado do site wook

sábado, 28 de fevereiro de 2015

Minha opinião sobre o livro _ Primeiro Amor _ de James Patterson e Emily Raymond

Primeiro Amor
de Emily Raymond, James Patterson
Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 288
Editor: TopSeller
ISBN: 9789898626295
Capa: Lauren Harms
Preço:13,94 euros

Sinopse:
"Baseado em acontecimentos reais da vida de James Patterson. 

Axi Moore era uma aluna aplicada. Mas não gostava de dar nas vistas e não contava a ninguém que o que realmente desejava era fugir de tudo. A única pessoa no mundo em quem confiava era Robinson, o seu melhor amigo, por quem estava secretamente apaixonada.
Quando finalmente decide seguir os seus impulsos e quebrar as regras, Axi convida Robinson para a acompanhar na sua longa viagem. Uma jornada intempestiva, marcada pela paixão oculta e pelo desejo de descobrir o mundo. Mas o que no início era apenas uma aventura livre e despreocupada em breve vai tomar um rumo perigoso e incontrolável.
Envolvidos numa sucessão de acontecimentos violentos e dramáticos, os protagonistas são colocados à prova das mais variadas formas. Poderá a primeira grande paixão das suas vidas sobreviver a tudo, até que a morte os separe? 
Um romance notável e extraordinariamente comovente, inspirado no próprio passado de James Patterson. Um testemunho impressionante sobre a força do primeiro amor e as suas consequências para o resto das nossas vidas." retirado do site wook

Retirado do youtube...


Minha opinião:
Todos os que me seguem com atenção sabem que James Patterson é o meu escritor favorito, desde romances, até a séries policiais, tais como a coleção Alex Cross, a coleção Private, A Amante, A trilogia O resgate de Angel, Um Anjo da Guarda, Invisível, Um casamento no Natal,a coleção NYPD Red, Confissões de uma Suspeita de Assassínio, Força de Vontade, Trilogia o Clube das Investigadoras. Tenho-os todos e já li uma boa parte deles e cada vez mais me apaixono pelo escritor e pela sua escrita, os enredos são fenomenais e sempre com uma leitura intensa mas leve na sua escrita. Gosto principalmente de uma das características da estrutura da narrativa que é capítulos pequenos.

Este livro retrata a fuga de dois adolescentes, que desiludidos com a família e com a cidade e o ambiente onde vivem, decidem fugir de casa e ir conhecer o mundo. Será de salientar que a ideia inicial é Axi que depois de muito refletir, com um pai alcoólico e uma mãe que abandonou a família, convida o seu melhor amigo Robinson para alinhar com ela nesta louca aventura. 

O início da história não me agradou. O livro é dividido em duas partes. A Parte Um foi a responsável por tal desagrado. Nesse primeiro momento os autores passam a narrar a trajectória de Axi e Robinson. O caminho traçado por Axi é interessante. 
Cada cidade escolhida para ser visitada tem um significado e Axi vive intensamente cada momento de sua passagem ao lado de Robinson, mas é justamente “a falta de frescura” da personagem que faz com que essas paradas estratégicas não despertem qualquer emoção. Nesse primeiro momento acompanhamos as aventuras de dois jovens completamente inconsequentes. Nada que eles façam ao longo da primeira parte do livro justifica tamanho comportamento.As suas atitudes são infantis. Axi que até então era a menina bem comportada num simples passe de mágica passa a se comportar como uma “bandida sem vergonha”. 
Robinson também deixa a desejar. No começo ele tem atitudes incoerentes. Ora mostra ser um adolescente  descolado, com aquele jeitão sedutor e decidido, depois ele se comporta como um adolescente inconsequente. 

Confesso que fiquei bastante desiludida, isto porque James Patterson, é o meu escritor favorito. Contudo a certa altura levei um susto daqueles. Na transição dos capítulos em direção à segunda parte do livro. Não tem noção do susto que eu levei com a reviravolta da narrativa. É como se eu estivesse a  ler outro livro. Axi e Robinson tornam-se outras pessoas. Em plena viagem os dois são surpreendidos com um acontecimento que poderá transformar a vida dos mesmos para sempre.
A partir da segunda parte do livro, James começa a aprofundar-se nos personagens apresentando-nos a sua história, em que circunstâncias Axi e Robinson se conheceram e como eles se tornaram amigos. 

Foi difícil. Fiquei a segurando a respiração e as lágrimas até o último parágrafo. Não preciso nem dizer que o livro é lindo. Primeiro Amor é uma história “real” já que o próprio James relata que ela foi baseada na sua vida. Ele dedica essa história a Jane Blanchard por quem esteve perdidamente apaixonado. Ele ainda revela que essa história foi entregue ao seu editor no outono do ano de 2010, mas que ela de fato dera início muitos anos antes. Primeiro Amor é um livro sensível sobre a história de amor e amizade de dois jovens com personalidades muitos diferentes, porém completamente apaixonados um pelo o outro. 
Primeiro Amor é um livro que desperta vários sentimentos no leitor. A narrativa é engraçada na medida certa e muito romântica, porém ser piegas, ou seja, um prato cheio para os leitores que gostam do género. Apesar de toda a previsibilidade há de se tirar um bom proveito da história como um todo. 

Conclui a leitura com o meu coraçãozinho destroçado mas com a alegria por James Patterson não me ter desiludido mais uma vez.

Beijinhos e boas leituras;)

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

AMEI


Minha opinião sobre o livro _ "A Sorte Grande" _ de Ferran Ramon - Cortés_

A Sorte Grande
Pode acontecer a qualquer um
de Ferran Ramon-Cortés
O que faria se amanhã lhe saísse um milhão e meio de euros na lotaria? Como mudaria a sua vida?
Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 152
Editor: Estrela Polar
ISBN: 9789898206626
Coleção: Ficção
Capa:Maria Manuel Lacerda
Preço:12,90 euros mas eu comprei em promoção por 3,00 euros

Sinopse:
"Desiludido com a profissão e em plena crise pessoal, ao protagonista desta história sai-lhe a lotaria. É uma oportunidade única para fazer uma grande mudança, para reescrever o guião da sua vida. Para descobrir e perseguir o seu sonho e fazer o que realmente deseja fazer. Depois de uma profunda reflexão, o seu plano para mudar de vida está pronto. Mas as coisas nem sempre acontecem como nós as idealizámos..." retirado do site wook

Excerto:
«Uma pequena fábula para todos aqueles que não renunciam a perseguir os seus sonhos. Um manual PARA MUDAR DE VIDA.»
A Sorte Grande de Ferran Ramon-Cortés

Minha opinião:
Este é um livro de ficção e auto-ajuda, que se resume de uma forma simples, do seguinte modo:
Um homem ganha a lotaria de natal e a partir daí a sua vida sofre uma reviravolta de 180.º, esta mudança radical baseia-se nos seguintes princípios:
1-Identificar o nosso sonho;
2-Organizar a nossa vida para perseguir o sonho;
3-Decidir o que é que precisamos para realizar o nosso sonho;
4-Acreditar em nós mesmos;
5-Escolher os companheiros de viagem;
6-Mudar de atitude;
7-Ter coragem;
8-Dar o primeiro passo.

Um livro que nos dá dicas de como devemos encaminha a nossa vida com ou sem lotaria, o rumo que dá-mos aos nossos sonhos depende só e unicamente de cada um de nós.
Adorei a leitura...aconselho vivamente.
Boa leitura!

O escritor _ Ferran Ramon-Cortés _

"Ferran Ramon-Cortés nasceu em Barcelona, em 1962. É consultor de comunicação e escritor. Dedicou os últimos anos ao estudo da comunicação pessoal e às relações interpessoais nas empresas. Faz seminários e workshops de comunicação nas universidades e empresas. É autor de La isla de los 5 faros (2005), El Cuaderno de bitácora (2006), Virus (2007) e Conversaciones con Max (2008)." retirado do site wook

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Minha opinião sobre o livro ""Os 30" de Filipa Fonseca Silva

Os 30
Nada é Como Sonhámos
Edição/reimpressão: 2011
Páginas: 176
Editor: Oficina do Livro
ISBN: 9789895557233
Coleção: Romance
Capa: Maria Manuel Lacerda
Preço:13,90 euros

Sinopse:
"Filipe assume-se como um coleccionador de relações falhadas e continua preso à sua paixão de adolescência. Maria foi deixada pelo namorado três meses antes do casamento e procurou curar-se do desgosto com uma longa viagem; e Joana, menina do papá controladora e moralista, acabou por dar o nó com o rapaz errado, vivendo um relacionamento de fachada por mero oportunismo. Os três conhecem-se desde os tempos da faculdade, quando faziam parte de um grupo de amigos muito unido e cheio de sonhos e expectativas; mas a vida - com as suas voltas e reviravoltas às vezes ingratas - encarregou-se de os ir afastando, e está na hora de todos se juntarem para, finalmente, falarem do que os une e do que os separa.

Durante um jantar no qual tilintam os cristais e brilham os talheres de uma Joana cada vez mais convencional, demasiadas surpresas ameaçarão, porém, a ordem natural das coisas: revelações e encontros imprevistos, reconciliações e jogos de sedução, transgressões e actos de adultério. No fim, já se vê, nada será como antes. Como uma espécie de "Os Amigos de Alex do século XXI", este é um romance extremamente lúcido sobre o fim da inocência e os percursos de um grupo de jovens que, entre paixões e desilusões, chegam, mesmo sem querer, à idade adulta. Com doses iguais de humor e realismo, a autora capta de forma perspicaz o sentimento de uma geração a que chamaram «rasca», fazendo o seu retrato ao mesmo tempo indulgente e implacável."retirado do site wook

Minha opinião:

Este é um livro mais "leve" do que o anterior, que li da autora, mas nem por isso menos intenso. Mas aqui a intensidade é muito diferente.
Imaginem um grupo de amigos do tempo da faculdade que não se encontra faz algum tempo, juntos novamente num jantar, alguns sozinhos, outros casados, outros acompanhados...uns felizes, outros conformados e alguns simplesmente infelizes, mas claro que estes últimos não o deixam mostrar.
Os desabafos, as agressões verbais as tentativas de lições de moral...tudo isso junto ao longo de uma noite em que vai imperando o álcool, a coca e a erva. Com toda esta mistura as pessoas acabam por dizer verdades que não querem, fazer  coisas que não devem e enfim ....não vou adiantar mais. Li o livro numa noite onde me fartei de rir e de chorar de tanto rir. Esta escritora é simplesmente brilhante e vou seguir as suas pisadas.
Boas leituras!