Pode-nos falar um pouco sobre a história de “O estranho ano de Vanessa M.”?

"O Estranho Ano de Vanessa M." relata a história de uma mulher que tem uma pequena depressão e que é levada a questionar praticamente todas as escolhas que fez na vida e, consequentemente, a fazer mudanças drásticas. É também uma história muito real e um pouco mais séria do que o primeiro livro.

Transmite sempre um pouco de si quando escreve?

Sim. É inevitável. Quando construo as personagens tenho de me colocar na sua pele e pensar como elas pensariam, o que faz com que elas levam sempre um bocadinho da minha personalidade ou das minhas vivências.

Com este livro optou por fazer uma edição de autor. Porquê?

Inicialmente não foi uma decisão minha. A editora que publicou o meu primeiro livro mostrou-se relutante em publicar o segundo, por razões comerciais e talvez também editoriais. Como eu estava confiante no livro que tinha e já tinha tido a experiência bem sucedida de lançar a edição de autor da versão inglesa d'os 30, decidi não procurar outra editora e experimentar lançar este segundo livro de forma independente. Dá mais trabalho, sobretudo na promoção, que é feita exclusivamente por mim e me retira tempo para escrever, mas por outro, lado dá-me uma enorme liberdade e permite-me chegar a outros públicos.

Este livro, tal como o anterior, já se encontra traduzido para inglês?

Sim. Foi lançado simultaneamente em português e em inglês, quer na versão EBOOK, quer na versão em papel e tem tido comentários excelentes dos leitores.

Para comemorar o sucesso da sua primeira obra decidiu comemorar com o público português oferecendo uma versão digital do seu último livro para os subscritores do seu blogue. Um sinal que vale sempre a pena apostar em Portugal?

Claro que sim. É o meu país, é a minha língua e a língua em que escrevo. Mas esta opção de oferecer o livro é mais uma maneira de dar a conhecer o meu trabalho, numa altura em que as pessoas não têm grande disponibilidade para comprar livros. Basta subscreverem o meu blog até 15 de Novembro para receberem "O Estranho Ano de Vanessa M."

Certamente também gosta de ler. Quais são os seus autores de eleição?

Os portugueses José Saramago e Eça de Queirós. Também gosto muito do realismo mágico dos autores latino-americanos, sobretudo do Gabriel Garcia-Marquez e da Isabel Allende, e tenho uma enorme paixão por livros infantis.