segunda-feira, 11 de abril de 2011

Livros por terminar...

Não gosto nada quando começo a ler um livro e por um qualquer motivo a deixo no estado-inacabado-. Facto este que infelizmente me acontece muitas vezes e, pergunto eu... porquê de não conseguir acabar uma leitura?
Certamente que este fenómeno não me ocorre só a mim, acho até que todo o leitor "compulsivo" deve ter sofrido pelo menos uma vez com este triste facto, não acabar de ler um livro. Quando tal me acontece, volto a referir que é com mais frequência do que eu gostaria que fosse, eu fico completamente desesperada...


Retirado da internet
Fico completamente desesperada...o que é muito frequente...muito mais do que eu desejada.
Porquê?
Talvez porque peguei no livro errado no momento errado, e assim sendo tenho que dar uma nova oportunidade ao livro e a mim como leitora. Um outro motivo é a dificuldade de tenho em entrar na atmosfera do livro, que se deve muitas vezes ao complexo modo de escrita de alguns escritores. Talvez este último motivo possa ser contornado, bom que tal eu começar a deixar escritores que para mim requerem uma atenção redobrada, para ler em período de descanso-férias-.
Quais são esses escritores?
Claro que responder a esta pergunta é algo que muitos podem não concordar, mas para mim "escritores complexos", aos quais eu tenho que dedicar um tempo especial para eles, são os seguintes:
-António Lobo Antunes
-José Saramago
-Salman Rushdie
-Ernest Hemingway
-Augustina Bessa-Luís
-Lídia Jorge
-Rosa Lobato Faria
Mas existem outras leituras que eu faço de um modo entusiasmado, de escritores que não requerem tanto do meu tempo, para poder compreender o enredo entenda-se. E quando estou cheia de interesse na leitura mas de repente existe algo, que me acontece a mim ou no próprio livro, que me faz colocar de parte. Não sou propriamente uma leitora que force a ler um livro quando este não está a ser lido com puro prazer. Se não me estou a deliciar, paro de o ler, mas sempre com aquela ideia que mais tarde lhe vou dar uma oportunidade. Mas esse mais tarde vai-se alongando no tempo e a memória vai-se esquecendo dos mais pequenos promenores já lido, e temos que recomeçar a leitura;0. Ups, este não é problema porque por incrivel que pareça a minha memória é estranhamente selectiva, posso esquecer do nome das pessoas e até do dia de aniversário de alguém muito próximo ( até mesmo do meu, ups é a verdade ), mas nunca me esqueço do enredo de uma história que deixei a meio. Claro que não me lembro dos promenores todos mas recordo com exatidão a estrutura da história.

São alguns exemplos destes inacabados literários os livros que se seguem...




Eu sei que todos eles são bons livros, mas a certa altura uns tornaram-se muito pesados, como foi o caso do de Picoult, estava a gostar muito de o ler mas comecei a viver de mais a história e até sonhava com o livro, hehehe acontece;) Um livro que me marcou muito e que julgo não pegar nele tão cedo é Bipolar, o relato é muito real e como tal não consigo ler mais.
Mas fica aqui mais um compromisso tenho que os acabar (exepto Bipolar) ainda este ano, até porque a maioria já vai a meio ou quase... Enfim delírios de uma leitora compulsiva.
Boas leituras;)


16 comentários:

  1. De há uns tempos para cá que deixei de forçar leituras... o facto de estara "empurrar" a leitura, tirava, no mínimo, metade do prazer de ler. Agora tenho tentado ler ao sabor da estante... ou como costumo dizer, ler os livrinhos que me "chamam" e o resultado tem sido óptimo. Tenho lido mais e ficado mais satisfeita com o que leio...
    Já tive também a experiência de ler um livro numa altura "não" e depois relê-lo na altura certa, e a experiência é completamente diferente.
    Mesmo quanto aos tais escritores complexos, é uma questão de estado de espírito... Na altura certa, poderão ser excelentes, na altura errada, uma grande seca ;)
    Um humilde conselho, não te imponhas limites nem datas para leres determinados livros... Deixa-os esperar o tempo que for preciso e pega-lhes quando eles te "chamarem" :)

    ps: Gostei muito do "Doçura da Chuva", do "No Seu Mundo" (forte, intenso, mas muito bom) e do Feitiços de Amor (divertido, mágico, leve, bom para intercalar com leituras mais pesadas).

    Beijinho,
    Lígia

    ResponderEliminar
  2. Acho Ernest Hemingway intragável... foi a muito custo que terminei um livro dele. A última vez que deixei um livro por acabar foi o "Moby Dick"...simplesmente porque estava a ser aborrecido desde o inicio e ainda não tinha acontecido nada na pagina 200

    ResponderEliminar
  3. Faz parte, envolvermo-nos dessa maneira, com os livros e com o que lemos. É sinal de que estamos cativados, embrenhados na história...e sim, é frustrante deixar livros a meio, também tenho alguns assim.

    ResponderEliminar
  4. Olá Carla

    Obrigada pela visita ao meu blog, tb eu adoro ler, como já deu para perceber, mas tb me acontece por vezes n ler um livro até ao fim. Fico triste, mas como tenho tantos que adorava ler, troco e esse fica em espera para outra altura em que esse tipo de leitura tenha mais a ver com o meu estado de espirito. Do q aqui colocaste adorei "Os homens q odeiam as mulheres" e já vou no 3º da triologia em causa, mas s livros grandes e por vezes complicados de ler, mas eu adorei!

    Um beijinho e prometo voltar muitas vezes :)

    ResponderEliminar
  5. Obrigada Lígia, principalmente pelo teu conselho de estipular os limites para ler determinados livros, tens toda a razão. Concordo contigo em relação aos escritores complexos, quem sabe um dia a mão não me encaminha para um deles, quando eu menos contar;)
    Beijinhos e Boas Leituras;)

    ResponderEliminar
  6. Pois Ana eu nem posso opinar sobre ele dado que não li nada desse escritor. Mas és uma felizarda só teres deixado um inacabado...;)
    Beijinhos e boa leitura;)

    ResponderEliminar
  7. Pois é Hugo e Maria pelos vistos não sou a única a deixar livros a metade. Acreditem que houve momentos em que pensei ser mesmo a única pessoa (ups...quase).
    Maria... Essa trilogia quero muito ler e devo dizer que parei logo no inicio porque conclui que seria bom ler nas férias dado que agarrava muito e requeria muita atenção extra;)

    Boas leituras e muitos beijinhos...

    P.S. Maria não tens que agradecer gostei muito do teu cantinho...

    ResponderEliminar
  8. Olá Carlinha,
    Não desesperes pois acontece a todos os leitores.
    Eu, por exemplo, já deixei a meio obras de autores conceituados, porque simplesmente não sentia qualquer prazer na sua leitura. Frete... nunca... Há tantos livros para descobrir.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  9. oi Carla,

    A mim também acontece o mesmo.Quando tenho resmas de livros para ler, por vezes não resisto e abro um apenas com o intuito de ler a sinopse e quando dou por mim já estou de tal forma embrenhado na história que é quase impossivel fechá-lo por uns tempos.

    Antes dava por mim a ler 3 ou 4 livros em simultaneo, mas por acaso ultimamente tenho ficado fiel a apenas um.

    Ás vezes é bom sabermos que a nossa ansiedade está controlada ;)

    ResponderEliminar
  10. Olá Teresa
    Olá Miguel

    Realmente estou a verificar que este é um "mal" que acontece à maioria dos leitores. Realmente eu agora só leio um livro de cada vez mas dantes fazia como tu (Miguel), quando dava por mim tinha um monte de livros na mesa de cabeçeira;)

    Concordo,a leitura é deveras um prazer e nunca deve ser feita por obrigação.

    Muitos Beijinhos
    Boas leituras;)

    ResponderEliminar
  11. Acredito que qualquer livro, tem o seu momento para ser lido... portanto mais vale não forçar, talvez não fosse a altura certa é preferivél parar e partir para outro.
    tb. sofro desse mal, o último que me aconteceu por acaso é um best-seller e com criticas excelentes da parte dos leitores... mas eu não consegui.

    ResponderEliminar
  12. Houve um ano em que comprava livros tão compulsivamente, especialmente em feiras, muito mais baratos, e então tenho um grupo dele que foi deixado a meio. Por várias razões, mas especialmente porque o novo me suscitava mais curiosidade, ou porque não tinha tempo e depois perdia o interesse. Na minha lista estão como "não lidos" ainda que alguns tenham ficado bem próximos do fim. Quero lê-los, porque sei que alguns são bons mas como já uma vez passei tanto tempo com eles agora vão ficando para trás.

    ResponderEliminar
  13. Nuno Chaves

    Olá Nuno concordo plenamente contigo, cada livro tem o seu tempo para ser saboreado e para dele podermos retirar o sua verdadeira essencia.
    Por vezes, também já me aconteceu, ao ler as acalmadas grandes obras, que depois resultam em best-selleres, não sentir nenhuma ligação com o livro. Como eu costumo dizer, cada livro tem o seu segredo mas este só pode ser desvendado por alguns, quando conseguimos entrar nesse mundo secreto do livro ele é uma obra prima, caso contrário não o é, pelo menos para mim.
    Beijinhos e boas leituras;)

    Para a Joana Guerra

    Como te entendo... contudo no meu caso foi bem mais grave, dado que as aquisições feitas não foram em feiras, mas sim nas livrarias, logo com preços muito elevados... mas não vale a pena agora pensar nisso. O que interessa é ler... e se possível evitar adquirir.
    Beijinhos e boas leituras;)

    ResponderEliminar
  14. Neste mês, em comemoração à PÁSCOA, nas compras de livros com valor igual ou superior a 5€ o Alfarrábio Livrilusão oferece como prenda um tablete de chocolate para adoçar a sua leitura.

    Acesse: www.livrilusao.com



    Caro Amigo/Amig@,

    Livros existem para aventurarem-se de mão em mão, enchendo olhos e mentes, traspassando mundos vários, continentes distantes, até mesmo galáxias perdidas deste infinito Universo, sem respeitar nem mesmo as fronteiras do senhor Tempo.


    É com base neste espírito que Lisboa acaba de ganhar um novo Alfarrábio on-line. É o www.livrilusao.com, que vende livros usados e novos.

    No entanto, não queremos ser apenas um alfarrábio a mais. Para além de comprarmos, vendermos e trocarmos livros, buscamos também interagir com todos que queiram trocar ideias connosco sobre livros, artes em geral e tudo o mais relacionado com Cultura.



    Convidamos-te a visitar a nossa página e, se achar interssante, ajudar a divulgá-la, repassando esta mensagem para a sua lista de emails.

    Vamos dar continuidade à aventura dos livros!

    Obrigada,



    Giulia Pizzignacco,

    Livrilusão

    ResponderEliminar
  15. Já pensaste que podes vender alguns daqueles livros que de facto não te interessam, quando olhas para eles pensas que nunca os vais ler porque não te despertam nenhum interesse, mas quando os viste até achavas que podias gostar, ou o preço era apetitoso. Eu não me conseguia desfazer dos meus livros, dizia eu (como dizem tantas pessoas a quem eu digo isto), mas uma vez tinha um livro que não gostava nada nada nada! E eu sabia que nunca lhe ia pegar e então tentei vende-lo e ganhei um dinheirito com ele que me deu para outra coisa, nem que seja para comprar um que queiramos muitos! Até agora já vendi uma mão cheia deles e comprei outros tantos em segunda mão ao preço da chuva e também troquei alguns. É uma pena os livros ficarei parados para sempre numa estante quando alguém pode dar-lhes o interesse que merecem.

    Alguns sites caso não conheças:

    www.miau.pt (para venda, leilão, compra) eu uso e gosto muito mesmo

    www.winkingbooks.com (para troca de livros pelo preço de um selo do correio)

    ResponderEliminar
  16. Olá Joana

    Realmente a ideia de os vender foi fascinante, vou ao site que me indicas-te para vender.
    O outro site já conheço e já lá estou.
    Muito Obrigada;)
    Beijinhos e boas leituras;)

    ResponderEliminar