domingo, 4 de novembro de 2012

Minha opinião do livro_:"Por um dia mais" de Mitch Albom_


Por Um Dia Mais
Edição/reimpressão: 2007
Páginas: 204
Editor: Estrela Polar
ISBN: 9789728929671

Sinopse:

O que faria se tivesse uma oportunidade, uma única, de voltar atrás e corrigir algo que fez de errado?
POR UM DIA MAIS narra o percurso de Charles Benetto, um ex-jogador de basebol destruído pelo álcool e pelos seus fantasmas interiores. Depois de perder o seu trabalho e a família, desiludido e tomado por uma profunda tristeza, Charles decide suicidar-se, mas até nisso falha. Dirige-se então à casa da sua infância, onde acaba por ter uma incrível surpresa: a sua mãe, já falecida, reaparece, agindo como se nada tivesse acontecido.
O que se segue é aquele dia "a mais" que todos nós tantas vezes desejámos, para fazer as pazes, explicar segredos de família, repensar escolhas e, mais do que tudo, perdoar e ser perdoado.
Com sensibilidade e delicadeza, Mitch fala neste livro sobre o poder do amor, fazendo-nos viajar nas memórias de Charles, um filho como qualquer um de nós - ocupado demais, cansado demais, ausente demais - que se vê diante da única oportunidade de se salvar a si mesmo.

Minha Opinião:

Na capa, por baixo do título,  podemos ler...Comovente e perturbador, um livro que fala directamente ao seu coração e que faz acreditar no infinito poder do amor de uma mãe.
Ainda nem sabemos quem está dentro de nós mas o amor que sentimos pelo nosso filho já incondicional, não amor maior do que o amor de mãe... 
Foi com base nesta premissa que nós vemos o degradas de um filho após a morte da única pessoa que sempre o amou incondicionalmente, a MORTE DA SUA MÃE. 
Este acontecimento levou a que Charles destruísse a sua vida, álcool, jogo, desliga-se do seu trabalho e até da sua família, que acaba por o abandonar, não por desamor mas porque a dignidade humana deste ex-jogador de Futebol americano se tornou e a destruição que causa ao longo de todo o terreno por onde passa.
O aumento e o desamor de Charles vão até ao fundo de um poço escuro .... a tentativa de suicídio... é o ponto mais negro que um ser humano pode chegar, colocar termo à sua vida significa que não gosta não só do mundo que o rodeia, mas essencialmente, não gosta dele...
Mas a vida deu-lhe uma segunda oportunidade em que Charles vai reaprender a gostar dele e acima de tudo a aceitar-se tal e qual como é, melhorando no pode e dando sempre o seu melhor. Aceitando os seus erros, aprendendo a viver com eles e a encara-los como aspectos que fazem parte da sua personalidade.
Este foi o primeiro livro que li deste escritor, é de leitura mas de tema complexo, que nos faz pensar o quanto uma pessoa pode subir na vida e cair em seguida...mas levantar-mo-nos de novo é um exercício muito difícil...que requer uma enorme autoconfiança.

Classificação_ 4 em 7_ BOM

Boas leituras!

Sem comentários:

Enviar um comentário