segunda-feira, 4 de julho de 2016

Opinião l "O Livro do Ano" do escritor Afonso Cruz

O Livro do ano
Afonso Cruz
Ilustrações de Afonso Cruz
Editora: Alfaguara Portugal
3.º edição: Junho de 2015
Sinopse:
"Estas são do diário de uma menina que carrega um jardim na cabeça, atira palavras aos pombos e sabe quanto tempo demora uma sombra a ficar madura.
Páginas feitas de memórias, para leitores de todas as idades"retirado da contracapa
Minha opinião:
Não sei por onde começar, talvez nem deva dizer nada a não ser leiam esta pequena e saborosa obra de arte.
Este livro é fantástico, um livro de frases que estão interligadas entre si e com as ilustrações fantásticas deste excelente escritor.
Definitivamente, Afonso Cruz é o meu escritor português favorito. O modo como ele conseguiu a partir de um simples diário de frases de uma menina chegar ao meu coração, fazer refletir, rir, sorrir e sentir as lágrimas nos olhos, só um escritor com um talento enorme e uma sensibilidade genuína consegue escrever como ele escreve.

Excertos:
"14 de Julho
Às vezes, trago um deserto para casa.
É quando me sinto sozinha." pág.60

"24 de Novembro
Há coisas que não se podem guardar em frascos, como os beijos e os dentes que ainda não caíram e os pensamentos e a luz das velas." pág.97

"1 de Dezembro
O meu pai ata palavras umas às outras,
numa corda muito comprida.

É capaz de atravessar o espaço entre prédios
muito altos, equilibrado em cordas de palavras.

E pode saltar.

E evadir-se da prisão.

Ele chama livros às suas cordas" pág.100 (Adorei este dia porque será;) )

"13 de Dezembro
Para aquecer o corpo, o melhor
é uma lareira. Mas, para aquecer 
a parte de dentro do corpo,
o melhor é ler." pág.107 (Esta frase é de uma ternura deslumbrante, amei.)

"31 de Janeiro
Custa-me mexer-me, diz o meu avó. Eu insisto
que venha passear comigo, mas ele fica parado.
Diz-me: as pessoas novas são como as imagens 
dos espelhos, os velhos são como as imagens 
das fotografias." pág.134

"2 de Fevereiro
O meu avó passa muito tempo no parque. Diz
que o problema de envelhecer não é esquecermo-nos
das coisas, é que tudo se esquece de nós." pág.134 (Esta foi a frase que me trouxe as lágrimas aos olhos e me fez pensar e refletir de como por vezes somos cruéis, indelicados e até irresponsáveis com as pessoas idosas.)

Adorei este livro e recomendo vivamente a todos os que amam a leitura.
Classificação de 5***** no Goodreads.
Excelentes leituras;)

3 comentários:

  1. Olá Carla,
    Ainda não li este livro de Afonso Cruz mas quero ler tudo do autor!!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Olá Carla,
    Afonso Cruz tornou-se num dos meus autores preferidos. Lindo, maravilhoso e inspirador. Quero ler mais livros dele.
    Beijinhos e boas leituras

    ResponderEliminar
  3. Ola, Carla!
    Penso que nom hai este libro en España mais o buscarei.
    Feliz fin de semana. Beijos.

    ResponderEliminar