quinta-feira, 22 de março de 2012

Leio tudo...



"Eu leio o que estiver à minha frente:
cartaz, bula, HQ, cordel, jornal,
revista, placa, livro... isso é normal
- leitura é coisa boa, minha gente!
Quem lê fica melhor, inteligente,
e eu fui, desde pequeno, incentivado;
cresci como leitor apaixonado
e a vida me ensinou mais de uma vez
(escutem bem o que eu digo a vocês):
Leitura é diversão e aprendizado.




Criança pode ler desde pequena:
um livro também fala por figura
e, folheando com desenvoltura,
sozinha ela vai lendo, assim, serena...
Também gosto demais de ver a cena
da mãe lendo pro filho ali deitado,
na hora de dormir, tão fascinado
com uma história boa que se conta.
Aí vejo a verdade que desponta:
Leitura é diversão e aprendizado.




Agora, uma pergunta eu vou fazer
e quero ver quem sabe me contar:
como é que um cego pode se expressar
em texto escrito? Quem sabe dizer?
Um jovem lá na França fez valer
seu raciocínio privilegiado
e ”Braille” foi o código inventado
- foi mesmo uma conquista muito boa.
Por isso digo pra qualquer pessoa:
Leitura é diversão e aprendizado.




Às vezes, é legal ler em voz alta
um texto que se adora... sabe quando?
Em roda ou num sarau, compartilhando
poesia como o solo de uma flauta.
A música, aliás, tem uma pauta:
é onde o canto fica registrado
e, se o compositor for inspirado,
pra sempre cantarão a sua escrita.
Partindo disso, pense bem, reflita:
Leitura é diversão e aprendizado.
Grande abraço, e viva a literatura de cordel!"
Retirado do site Mundo cordel

Sem comentários:

Enviar um comentário