quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Opinião do livro "O Grande Gatsby" de F. Scott Fitzgerald

Pré-visualizar                         
Título em português: ”O Grande Gatsby”
Título original: “The Great Gatsby”
Livro de Bolso
Autor: F. Scott Fitzgerald
Edição/reimpressão: Agosto de  2011
Páginas: 224
Editor: 11 X 17
ISBN: 9789722523417


Sinopse
Justamente considerada uma das mais importantes obras de ficção do século XX, O Grande Gatsby é um retrato notável da era dourada do jazz em toda a sua decadência e excessos. Pelos olhos do provinciano Nick Carraway, conhecemos a história do misterioso Jay Gatsby, um milionário que subiu na vida a pulso, movido pela paixão quixotesca que nutre pela jovem Daisy, uma rica herdeira bela e frívola. A sua obsessão por ela fá-lo reinventar-se para por fim poder reclamar a sua amada, numa autêntica encarnação do sonho americano. Porém, o reencontro de ambos acaba por desencadear uma série de acontecimentos trágicos, com Gatsby a ser vítima não apenas da sua ambição, mas da insensibilidade e falta de valores que imperam na sociedade americana da época.

A minha opinião:
Nick acha que consegue reatar a ligação amorosa entre Daisy e Gatsby, que tiveram a sua oportunidade no passado mas seguiram caminhos diferentes, a vida dela mudou com o passar dos anos e Gatsby foi para a guerra. O protagonista da história de uma forma imprevisível, está determinado para ver Gatsby e Daisy reatarem um romance, cria toda uma trama, pois a guerra fora o autor dessa separação, e assim Nick faz uso de muitas anedotas que sempre são o limite entre a realidade e a ilusão. Devido a essa ilusão romântica Jay Gatsby procura ainda Daisy que em última instância contribui para a queda dele e o fim trágico do romance.
Certa tarde num passeio que Gatsby, Daisy, Nick, Jordan e Tom (marido de Daisy e que tem uma amante) fazem com que todo o passado venha ao de cima; a deslealdade, desconfiança, risco e luxúria manifestam-se, primeiro com a discussão em torno dos sentimentos de Daisy e a declaração de Gatsby para Tom que Daisy e Gatsby sempre se amaram, embora casada com Tom, após muita discussão, Daisy muito nervosa, resolve ficar com Gatsby e, dirige o carro de volta a mansão é nesse instante que a Sra. Wilson discute com seu esposo, e a condução a alta velocidade de Daisy, acaba por matar a senhora Wilson que se joga na frente do carro e morre. O seu marido Sr. Wilson fica desesperado, contudo, mais tarde Tom procura Sr. Wilson e conta que o carro que atropelou Myrtle Wilson, a sua esposa foi o do Gatsby. Na posse desta informação Wilson vai atrás de Gatsby, acabando por disparar a  arma de fogo contra Gatsby e suicida-se em seguida . A vítima que é ninguém mais que a figura central do livro, o próprio Jay Gatsby.
Devo dizer que gostei muito deste livro que como li na internet, algures quando decidia se lia ou não este romance: ”O romance vai num ritmo cambaleante, e Nick Carroway termina onde ele começou; no mesmo princípio do romance, e fecha... com uma representação dos sentimentos dele de admiração relativo a Gatsby, homem que muitos conheciam enquanto podia proporcionar divertimento e na hora de seu enterro não havia quase ninguém que fosse desperdir-se.[BR] Simone Andrea S.F.”
Este não é o primeiro livro que leio deste escritor e devo dizer que ambos me surpreenderam pela positiva, o outro livro foi "O Estranho caso de Benjamin Button" foi tal como este adaptado ao cinema, tenho que os ver pois os livros são fabulosos. Mais uma bela descoberta no ano de 2011.

Classificação: Gostei muito_4 em 6
Boas Leituras;)

Sem comentários:

Enviar um comentário