sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Minha opinião sobre o livro "O Diário" de Eileen Goudge

O Diário
de Eileen Goudge
Edição/reimpressão: 2010
Páginas: 192
Editor: Contraponto
ISBN: 9789896660666
Preço: 7,50 euros

Sinopse:
"Quando duas irmãs encontram no sótão um velho diário da mãe, descobrem, para grande choque de ambas, que o seu verdadeiro amor não foi o pai. Mas será que as coisas são aquilo que parecem? Esse é o grande mistério com que se deparam e que têm de desvendar sozinhas, pois a mãe encontra-se no leito da morte, num lar, sem conseguir falar - só as páginas do seu diário podem fornecer as pistas. Numa viagem ao passado, revela-se uma jovem Elizabeth Marshall perdidamente apaixonada por um homem… estando comprometida com outro. Ela tem, por fim, de escolher entre Bob, estável e leal, e AJ, enérgico e imprevisível. Quando AJ é associado a um suspeito incêndio, a jovem enfrenta a decisão mais penosa da sua vida: Elizabeth é a única que pode limpar o nome dele, mas fazê-lo arruinaria a sua reputação e custar-lheia o amor do noivo. O Diário é uma história de amor e a história de uma família. É também sobre uma questão que, a determinada altura da vida, todos colocamos: até que ponto conhecemos realmente os nossos pais? A resposta pode ser surpreendente…"

Nora Roberts...
"Eileen Goudge escreve como um incêndio descontrolado, criando personagens que acabamos por amar e que odiamos deixar."

Minha opinião:
Este foi o primeiro livro que li desta escritora, devo referir que estava com as minhas expectativas muito, mas mesmo muito elevadas, contudo foi uma desilusão no meu ponto de vista.
No início tinha tudo para se revelar uma excelente história de amor e de suspense, mas à medida que a história foi avançando pequenas dicas deixadas pela escritora foram deixando prever o futuro do desenlace final da história.
 Quando duas irmãs idosas estão arrumando o sótão da casa de sua mãe que está morrendo, elas encontram o seu diário. Dentro do diário, elas descobrem que o verdadeiro amor de sua mãe não era o seu pai. Mas nem tudo é o que parece.
Elizabeth Harvey namorou com Bob durante quatro anos. Com os sinais que Bob vai emitindo Elizabeth tem a certeza que ele a vai pedir em casamento. Ele ama-a e trata-a muito bem. Ela também o ama e tem a certeza que juntos terão uma vida maravilhosa.
No entanto, toda a estrutura emocional de Elizabeth se altera, quando encontra um velho amigo na feira municipal, ao ponto de ela se sentir chocada com o seu próprio comportamento. Apesar de estar quase noiva, cora tremendamente de cada vez, que olha o bonitão do AJ. Elizabeth sente-se na corda bamba. Não quer trair Bob, mas sente-se terrivelmente atraída por AJ, ele desperta-lhe sentimentos que ela quer explorar. AJ decide no entanto partir, dizendo-lhe que volta, assim tenha algo para lhe oferecer.
Algum tempo mais tarde, Bob diz a Elizabeth que se alistou no Exército, mas que continua a quer casar com ela. Ela diz-lhe que vai avaliar a proposta dele, sabendo que se casar com ele, os dois terão uma vida fantástica. Por outro lado, a ausência de notícias de AJ levam-na a questionar a sua paixão por ele.

Mas, de repente AJ regressa, e Elizabeth é forçada a escolher entre o coração, e uma boa vida. 

Um aspecto positivo são as personagens, gostei muito da forma como a escritora cria cada uma delas, a maneira de pensar de agir das personagens está brilhante.

O livro em si não é mau, não de todo, seria injusto da minha parte dizer tal coisa, mas não gosto do modo como a escritora escreve, enrola muito e noutras partes poderia desenvolver mais. Mas o erro que eu acho que cometi foi ter lido muitas opiniões que colocavam o livro no topo, numa categoria excelente o que me levou a grandes expectativas e quando se parte com grandes expectativas, pelo menos no  meu caso as quedas e desilusões são muito grandes.

Boas leituras!
P.S. Leiam o livro que acima de tudo é uma história bonita.

4 comentários:

  1. Olá!

    Quando via capa deste livro pensei "deve ser uma leitura gira e descontraída"!!
    Mas agora, depois da tua opinião, o interesse desmoronou.
    Também não gosto quando estou com altas expectativas e depois a leitura acaba por não ser aquilo que pensava.

    Beijinhos e boas leituras.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Isaura
      Esta é a minha opinião, pois tenho lido críticas muito abonatórias sobre este livro. Acho até que devo ser uma das únicas que não gostou muito do livro, se tiveres uma biblioteca municipal levanta e lê e depois podes dar a tua opinião pois não quero influenciar negativamente a tua opinião sobre o livro. Mas quem lê entre linhas é fácil adivinhar o final, até porque se é um diário encontrado pelas filhas da mãe elas sabem quem é o pai logo tu ficas a saber com quem a mãe ficou logo por aí não tem grande surpresa, tudo o resto é intuitivo.
      Beijinhos e boas leituras.

      Eliminar
  2. Olá,
    Gostei da tua sinceridade. É difícil dar a nossa opinião quando não gostamos dos livros.
    Normalmente acabo por não adorar os livros quando tenho as expetativas demasiado elevadas ou quando leio demasiadas opiniões do livro.
    Eu não li este livro nem li nada da autora mas fiquei um pouco curiosa.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Tânia
      Ainda bem que me entendes, é que por vezes o que não nos agrada pode ser uma leitura maravilhosa para a outra pessoa. Se o leres diz algo para saber a tua opinião;)
      Beijinhos e boas leituras!

      Eliminar