segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Opinião I "A História de Catherine" do escritor Patrick Modiano

"A História de Catherine"
Patrick Modiano
N.º de páginas:96 páginas
Sinopse:
"Tal como o seu pai, a pequena Catherine usa óculos. E tal como a mãe, que vive em Nova Iorque, gostaria de vir a ser uma grande bailarina. E porque tem de tirar os óculos para dançar, Catherine descobre a vantagem de poder viver em dois mundos diferentes: o mundo real, assim como ela o vê quando tem os óculos postos, e um mundo pleno de doçura, vago e suave, quando os tira." retirado do Goodreads

O escritor-Patrick Modiano-:
Patrick Modiano


"Nascido nos subúrbios de Paris, Patrick Modiano é filho de um comerciante judeu e uma atriz da Flandres. Ambos se conheceram durante a ocupação alemã. Por sua própria admissão Modiano se sentiu "não muito fortemente" ligado ao judaísmo. Ele cresceu inicialmente com os avós e, em seguida, passou a infância em um internato. A morte de seu irmão, com dez anos de idade, foi um choque para ele.
É autor de Missing Person (1978). Escreveu o argumento de Lacombe Lucien (1974) em co-autoria com o realizador, Louis Malle. Em 1972 venceu o Grande Prémio do Romance da Academia Francesa, com o livro Les Boulevards de ceinture, e em 1978 o Prémio Goncourt com o livro Rue des boutiques obscures. Em 2010, foi distinguido com o Prêmio Mundial Cino Del Duca, atribuído pelo Instituto de França, e dois anos depois, em 2012, venceu o Prémio Austríaco de Literatura Europeia.[1]
Centrada na repetição e nas su(b)tilezas, sua obra romanesca se aproxima de uma forma de autoficção pela sua busca pela juventude perdida. Ela conta a vida de indivíduos desconhecidos confrontados aos horrores da história.
Em 9 de outubro de 2014 foi distinguido com o Nobel de Literatura. As obras do escritor tem como cenário principal a Segunda Guerra Mundial e a ocupação da França pela Alemanha nazista. Modiano é o o décimo quinto autor francês laureado com o Nobel de Literatura.O prémio foi-lhe atribuído "pela arte da memória com a qual ele evocou os destinos humanos mais inatingíveis e descobriu a vida do mundo da ocupação alemã"."retirado da Wikipédia

Minha opinião:
Foi a primeira vez que li algo deste escritor que desconhecia por completo. O livro conta-nos a história da pequena Catherine e do seu pai, que se encontram separados respetivamente da mãe e esposa, dado que esta vive nos Estados Unidos da América.
Catherine usa óculos e acha que vive em dois mundos, o mundo com óculos e o mundo sem óculos. Quando vai para as suas aulas de ballet ela vive no mundo sem óculos e durante o resto do dia vive no mundo com óculos.
Gostei muito deste pequeno livro, lio para o Desafio 52 e duas semanas 52 livros na categoria livro escrito por o vencedor de um prémio Nobel.
Aconselho a sua leitura.
Classificação de 4 **** estrelas no Goodreads.

Boas leituras.


3 comentários:

  1. Olá Carla,
    Tenho este livro em casa para ler há imenso tempo, depois do seu comentário vou com toda a certeza lê-lo em breve.
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Parece-me pelo menos ser uma temática diferente daquela que descrevem para o autor, a França sob o domínio nazi, ainda nunca me interessei por ler este autor mesmo com Nobel, mas do que falou fiquei com alguma curiosidade.

    ResponderEliminar
  3. Olá Carla
    Já ouvi falar do autor mas nunca li nada dele. Parece que vale a pena.
    Beijinhos e boas leituras

    ResponderEliminar