sábado, 15 de junho de 2019

Opinião | "Alex Cross, Fogo Cruzado" do escritor James Patterson


Sinopse
"Um policial alucinante e poderoso, do autor que mais vezes alcançou o n.º 1 do New York Times.
Os planos para o casamento do detetive Alex Cross com a sua noiva, Bree Stone, são interrompidos. Alex é chamado à cena de crime do assassínio de dois dos mais corruptos de Washington, DC: um congressista sem escrúpulos e um lobista dissimulado. Mas o atirador furtivo volta a atacar, escolhendo outros políticos corruptos como alvos, e desencadeando uma torrente de teorias — afinal, será este atirador um herói ou um mercenário?
O caso toma proporções inesperadas e o FBI destaca o arrogante agente Max Siegel para a investigação. Rapidamente, Alex e Siegel entram em confronto acerca de quem tem jurisdição sobre o caso.
Entretanto, os assassínios continuam. Enquanto se debate com a identidade do atirador, Siegel e o casamento, Alex recebe um telefonema do seu mais mortífero adversário — Kyle Craig. O génio do crime está de volta a DC e não irá descansar enquanto não tiver eliminado de vez Cross e todos os seus entes queridos.
Apanhado no fogo cruzado, irá Alex conseguir sobreviver?" (retirado do site wook)
Opinião:
Faz alguns aninhos que não pegava num livro do meu detetive favorito, Alex Cross.
Este título está muito bem atribuído,mesmo. Por um lado temos o regresso do maior inimigo de Alex Cross, Kyle Craig,e devo confessar mas que regresso…
Por outro lado temos o regresso do assassino dos números, que só matava jovens que são sem-abrigo (mais um caso do passado do amigo de Cross). 
Como se isto não chegasse, temos uma dupla de assassinos que se autointitula por Patriota. Tudo isto acontece quando Alex e Bree estavam a preparar o casamento, logo como é natural teve de ser adiado. Mas prometo que as núpcias vão ser muito animadas, bem ao estilo do detective Alex Cross.
Classificação no Goodreads: 4,5 *
Boas leituras.

Sem comentários:

Enviar um comentário