segunda-feira, 20 de julho de 2015

Minha Opinião sobre o livro «Miúda Online» da escritora Zoe Sugg

Miúda Online
de Zoe Sugg
Edição/reimpressão:2015
Páginas: 312
Editor: TopSeller
ISBN: 9789898800121
Preço: 14,93 euros

Comecei a ler:18-07-2015
Terminei de ler:19-07-2015

Sinopse:
«Penny é uma jovem igual a tantas outras que, sob o pseudónimo de «Miúda Online», partilha num blogue os seus sentimentos sobre amizades, rapazes, as loucuras da sua família e a dura realidade dos seus ataques de pânico cada vez mais frequentes.
Quando as coisas pareciam não poder piorar, Penny é arrastada pela família para Nova Iorque, onde acaba por conhecer Noah: um jovem americano, guitarrista, lindo de morrer. E assim, sem qualquer aviso, Penny apaixona-se e vai partilhando online todos os momentos do seu novo amor.
Mas Noah também tem um segredo, que pode revelar a verdadeira identidade de Penny, e afastá-la do seu maior amigo para sempre.» retirado do site wook

Booktrailer de Miúda Online...

Minha opinião:

Gostei muito deste livro,foi uma leitura leve, mas também não estava à espera de um livro para além disso. Dentro do género de leitura YA achei excelente e proporcionou-me momentos de grande prazer. Ri-me bastante com algumas partes do enredo mas em outras partes fez-me refletir, sobre isto do mundo online. Foi uma leitura que fiz com brevidade dada a escrita suave, com muitos diálogos, postes do Blog da Miúda Online, mensagens de sms, tudo muito tecnológico. O livro tem uma mensagem, aliás mais que uma, tem várias mensagens de alerta, tanto para o mundo online como para o dia a dia, como por exemplo como lidar com ataques de pânico ou ter cuidado nas pessoas em quem confiamos. Neste aspecto conseguiu surpreender-me muito pela positiva.

Relativamente à história temos como personagem principal a Penny, que é uma adolescente de 15 anos desastrada e que não se aceita muito bem, não se acha bonita, não acha que algum dia vai ter alguém que goste dela tal como ela é, bem os típicos dilemas de uma adolescente. O seu melhor amigo é Elliot, um rapaz cheio de estilo e que enfrenta uma série problemas com os seus pais, que são advogados, vivem em demasia para a sua profissão, esquecendo-se que têm um filho adolescente, que vive com o problema da não aceitação pela parte dos pais da sua orientação sexual.
Penny é apaixonada por fotografia e é através dela que  Penny gosta de emoldurar os momentos que lhe despertam emoções especiais. Não que ela tenha muitos, já que ela está cada vez mais convencida de que algumas pessoas que ela conhece desde sempre não eram tão suas amigas quanto ela esperava que fossem. Por sorte ela pode falar sobre tudo isto no seu blog «Miúda Online». Tudo de um jeito anónimo e muito seguro.Isto é o que ela pensa!

Quando sua mãe é contratada para fazer a decoração de uma festa de casamentos em Nova Iorque ela mal pode acreditar que vai atravessar o oceano atlântico junto com os seus pais e o seu maior amigo, o Elliot. Seria uma aventura e tanto se ela não tivesse que enfrentar os ataques de pânico que a afligem desde que se envolveu num acidente de automóvel. Mas para sua surpresa e com a ajuda dos conselhos de Elliot ela consegue sair inteira do voo e finalmente pode dar-se ao luxo de se divertir na cidade que nunca dorme. Instalada  num dos hotéis mais luxuosos e conhecidos da cidade, ela acaba por conhecer Noah, um rapaz incrivelmente bonito que parece gostar dela do jeito que ela é. E quando tudo parece estar a dar certo, a vida de Penny vira de pernas para o ar.

Eu não conhecia a blogueira Zoe e nem sequer acompanho os seus vídeos no youtube ou o seu blog, apesar de ter ido lá dar os parabéns pelo livro, fico admirada com toda a polémica gerada em redor dela ter escrito um livro, ou se contratou alguém para o fazer por ela, a consciência dela é que tem que ditar as regras com que rege a sua vida. Eu como leitora limito-me a gostar ou não do seu trabalho e devo dizer que muito francamente gostei e muito.

A verdade é que a escritora foca pontos muito importantes como por exemplo, e já referi anteriormente, os ataques de pânico, que é algo que é muito complicado de gerir ao contrário do que muitas pessoas possam pensar, é uma sensação verdadeiramente horrível eu já sofri com isso durante muitos anos mas graças a deus já não tenho essas crises faz muito tempo.

A personagem Penny tem muito mais para dar na sua história para além dos ataques de pânico, ela não se resume a isso, apesar de estes terem um significado muito importante na sua vida. 
A sua amizade com Elliot foi uma das coisas mais bonitas do livro. Acho que todos gostaríamos de ter alguém que pudéssemos contar o tempo todo,  que estivesse ao nosso lado até mesmo quando achasse que não merecíamos. O Tom, é o irmão de Penny e aparecer quando a irmã mais precisava, por isso é uma personagem muito, mesmo muito apagada, mas está lá quando a irmã mais precisa dele.

Gostei muito da história de amor que surge entre Penny e o nova-iorquino Noah, apesar de todos pós e contras foi gira e engraçada, com muitos momentos extremados próprios dos adolescentes. Noah é tudo aquilo que Penny sempre sonhou: bonito, compreensivo, romântico e verdadeiro. Ele, nas palavras da protagonista, "encaixa" bem nela e tenta ajudá-la a ultrapassar os seus medos e inseguranças. Os dois parecem o par perfeito, e alegam que nem o oceano atlântico vai estragar aquilo que têm. 
Contudo, por muito amor que esta história tenha, não posso deixar de mencionar que a escritora  foi bastante feliz em abordar o lado negativo da internet. Aquele em que as pessoas cheias de ódio despejam todas as suas amarguras através de um comentário com o intuito de magoar uma pessoa que nem sequer conhecem. Esse aspecto, segundo o meu ponto de vista foi muito importante ter sido focado neste livro, dado que é um livro lido maioritariamente por jovens e não só e vai no sentido de incutir alguma responsabilidade naquilo que comentamos e postamos na internet, até os likes  que fazemos. As "coisas" têm que ser pensadas e temos que medir os prós e os contras das acções que tomamos, se agirmos mal arcar com as consequências disso. Mas caso estejam a ser incorrectos connosco também temos o direito de nos defendermos, acreditem ou não em nós mas a defesa é um direito que nos assiste.


Polémicas à parte, tenho que dizer que “Miúda Online” foi uma enorme surpresa, depois de uma semana a ler suspense e thriller este livrinho caiu que nem ginjas.
Já fazia algum tempinho que um livro young adult não me  deixava tão bem disposta, que prefiro olhar para esta história e levar apenas boas recordações dos momentos que passei junto com Penny, Noah, Elliot e a família linda que eles têm. Ufa ia esquecendo da adorável personagem que é a irmã mais nova de Noah, é uma miúda de cinco anos completamente hilariante.

Fiquei entretanto a saber que vem por ai uma continuação deste livro e fico feliz por saber, pois adorei este e conto ler o próximo.
É uma leitura muito linda e muito engraçada, e repetindo-me com muitas lições de vida.

Recomendo vivamente a leitura, para quem quer algo leve.
Classificação 4 estrelas no Goodreads
Excertos:
«Para a maioria das raparigas, chegar a casa e encontrar a mãe a posar nas escadas com um vestido de noiva seria um acontecimento aberrante. Para mim, é a norma. 
...
Os meus pais têm um negócio de organização de casamentos chamado Amar-te e Respeitar-te, que tem a sua sede numa loja na cidade.A minha mãe começou o negócio após desistir da carreira de atriz para ter o meu irmão Tom e depois me ter a mim. Especializou-se em temas pitorescos.  Especializou-se também em experimentar todos os vestidos de noiva que tem em armazém. Acho que sente a falta de usar os fatos dos seus tempos de representação.» pág.21 e 22.

«À medida que o meu corpo começa a aquecer, tenho um vislumbre aleatório do passado, de quando era uma miúda pequena e a minha mãe me fazia uma tenda com cobertores, para eu brincar lá dentro. Eu ficava deitada na tenda com uma pilha de livros e a minha lanterna e passava ali horas a ler. Adorava ter aquele pequeno esconderijo do mundo.» pág.23

«-Se calhar devias escrever sobre isso no blogue.
O Elliot é a única pessoa que sabe do meu blogue. Contei-lhe logo no início, porque a)posso confiar nele para tudo e b)ele é a única pessoa com quem posso ser completamente eu mesma, por isso não há nada no blogue de que ele já não saiba.» pág.25

«Imaginem o palácio de conto de fadas mais incrível, bonito e luxuoso que o vosso cérebro seja capaz de conjurar. Depois acrescentem mais mármore, mais ouro, mais lustres e mais brilho e cintilação de um modo geral, e então talvez tenham algo que se assemelhe ao Waldorf Astoria.» pág.99

«Quando entrares em pânico, não o combatas. Isso torna as coisas um milhão de vezes piores. Diz apenas a ti mesma:"Tudo bem, agora estou a sentir-me ansiosa, mas não faz mal."
-E isso resulta?
-Comigo, resultou. A minha psicóloga conseguiu que eu visualizasse o meu medo no interior do meu corpo. Fez com que eu lhe desse uma cor e uma forma, e depois disse:"Senta-te com ele e vê o que acontece.".» pág.147

«...percebi como o mundo da Internet pode ser superficial.
É um mundo onde as pessoas acham que não faz mal esconderem-se atrás dos seus ecrãs e nomes de utilizador para destilarem veneno sobre pessoas que nem sequer conhecem.» pág.300

«Portanto, da próxima vez que forem publicar um comentário ou uma atualização, ou quiserem partilhar um link, perguntem-se a vocês mesmas:isto vai contribuir de alguma forma para a felicidade no mundo?» pág.301

«...-E a verdade é que não sei. O que aconteceu antes deixou-me com tanto medo do mundo online, que a verdade é que não sei se quero lá voltar-sobretudo agora, que já não tenho o anonimato da Miúda Online para me esconder.» pág.303
Boas leituras!

13 comentários:

  1. Olá Carla
    Confesso que não é livro pelo o qual sinta interesse, e também não acompanho a Zoe. Mas gostei da tua opinião, e acho importante que também tenha abordado a parte mais "negra" da internet. E fico contente por teres gostado =)
    Beijinhos

    O Prazer das Coisas | Facebook | Youtube

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Tita,
      Eu não estava com grandes expectativas em relação ao livro, mas na vertente YA ele consegue e muito bem fazer o seu papel. E acima de tudo é uma leitura muito engraçada, ri muito e tem as lições que refiro no post. Essa parte negra da internet é uma delas.
      Beijinhos e boas leituras.

      Eliminar
  2. Olá Carla
    Fico muito contente por teres gostado :)
    Pelo menos para já, não tenho muito interesse em lê-lo.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sara,
      Este livrinho tem que ser lido numa de leitura para descontrair e sem grandes expectativas, para ser uma surpresa. Quem sabe um dia?
      Beijinhos e boas leituras.

      Eliminar
  3. Olá querida!

    Parece um livro muito leve e descontraído para este altura do ano!
    Ainda bem que foi uma boa leitura. Sabe bem!

    Beijinhos e boas leituras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Isaura,
      Gostei muito, foi uma leitura tão leve e tão fofa, mas se soubesse em que época se desenrolava tinha deixado para o natal, afinal a protagonista vai passar o natal em Nova Iorque. Mas soube-me muito bem ter livro este livrinho.
      Beijinhos e boas leituras.

      Eliminar
  4. Ola, Carla!
    Tinha visto esse livro nalguns blogs de Espanha mais alguns faltaban mal dele. Pero ti gostas do livro e eu confío na tua opinión.
    Adorei a resenha.
    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,
      Aqui as opiniões também variam muito, eu acho que é por ter sido escrito por uma bloguer. Mas eu sinceramente gostei do livro, é uma leitura leve, descontraída e com muitos risos à mistura.
      Tem também a parte séria que são alguns alertas para problemas nomeadamente ao nível da Internet dos cuidados que se deve ter neste mundo tão obscuro.
      Beijinhos e boas leituras.

      Eliminar
  5. Olá,
    Eu tenho este livro em lista de espera, contudo confesso que não sei muito bem o que esperar dela, além de esperar algo leve e divertido.
    Parece-me o tipo de livro ideal para ler agora nas férias, certo? :) Tenho que ver se ainda pego nele estas férias.
    Gostei da tua opinião e do facto de te mostrares imparcial do facto deste livro ter sido ou não escrito pela Zoe, porque creio que muita gente fala mal e critica este livro pelo simples facto deste estar associado à polémica de quem o escreveu afinal, mas nós leitores devemos conseguir distanciarmos-nos desses pormenores.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Tânia,
      Olha eu vou ser muito honesta contigo, durante a leitura do livro eles passam o natal em Nova Iorque e eu se soubesse tinha deixado para ler no inverno.
      Eu adorei o livro, é uma história leve, talvez por isso deva ser lida agora no verão, mas é tão linda, é daquelas histórias que lês e te dá vontade de recuar no tempo e voltar a ser adolescente.
      Aconselho que leias o livro assim tipo numa tarde calminha, sem preocupações com nada e uma boa caneca de chã e deixa-te levar pelas personagens, tenho a certeza que vais gostar.
      Beijinhos e boas leituras.

      Eliminar
  6. A verdade é que acabei ontem de ler e adorei o livro é muito bonito e transmite algumas mensagens incríveis estou totalmente de acordo com a tua opinião😘 acho que foi um dos melhores livros que já li!💗

    ResponderEliminar
  7. Sabes se vai haver algum livro depois do miúda online2 on tour!? Eu já li os dois e fiquei realmente na dúvida se haverá por aí o terceiro sabes de alguma coisa!? Queria mesmo saber!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Salomé,
      A ideia que tenho é que ia ser uma trilogia, contudo dada a elevada adesão à leitura dos seus livros Zoe decidiu fazer uma sério com vários livros.
      Beijinhos.

      Eliminar