sexta-feira, 7 de julho de 2017

Opinião - "O Calor do Entardecer" da escritora Bárbara Barbosa

Sinopse:
"(...)Tinha tantas incógnitas na minha cabeça... como poderia ser...era impossível...
Não...não podia ser... não sem eu saber... e eu sei tudo...
Não podia ser...não desta forma...
Mas...
Se pudesse ser...se houvesse a mais pequena hipótese...por mais remota que ela fosse... ele teria coragem para o fazer?
Ela era muito parecida...demasiado parecida...mas também...
Parte do seu rosto...varreu-se-me da memória... como as areias da ampulheta que o Tempo me depositou na mão(...)"retirado da contracapa

Opinião:
A leitura deste livro de Bárbara Barbosa, o primeiro volume de uma trilogia ou série, foi enquadrado na categoria (10)ler um livro com menos de 100 páginas da MLVerão 2017.
Com a leitura da sinopse, não tive qualquer tipo de perceção  do que se iria desenrolar nas páginas deste livro, não dá nenhuma indicação direta do género literário, nem da temática que o livro aborda. Esse aspecto fez-me ficar ainda mais curiosa para ler o livro.

Terminei a leitura à pouco mais de 10 minutos. Muitas pessoas dizem que não se deve escrever a opinião de um livro logo que o terminamos, mas eu não acho que assim seja, talvez para alguns livros essa "regra" se aplique, mas para este não...pelo menos para mim não.

Eu quando parto para a leitura de um livro, não gosto de ir em "branco", leio a sinopse, gosto de ler sobre a autora do livro e caso existam no Goodreads algumas opiniões sem spoiler eu gosto de saber o que os outros leitores acharam e a classificação atribuída.
Isso pessoalmente não me vai afetar em nada, mas como já referi gosto de ter uma noção do que o livro me vai dar, mas saliento sem saber a história.

Para a leitura deste livro, fui praticamente se não totalmente em branco, pois o que sabia dele era o que está na sinopse e se a leram acho que concluem que não diz nada de muito concreto. Acho que só a entendi no final de ler o livro.

No inicio desta leitura, confesso que achei tudo muito estranho, desde o enredo até à própria forma de escrever da Bárbara. Tudo muito cheio de reticências, tal como a sinopse, as personagens estabelecem diálogos alternados de uma forma muito rápida, o que me fez voltar a trás muitas vezes para entender quem estava a falar. Mas este livro tem algo que me prendeu logo desde o inicio, que foi eu não conseguir decifrar se uma das personagens era a Morte ou o Tempo. Só quando fui avançando no livro é que tomei consciência que algumas personagens estavam mortas, que a personagem principal é a meu ver a Morte.
Como já li em muitos lugares, este livro enquadra-se naquele grupinho de livros que ..."Primeiro estranha-se depois entranha-se".
Gostei da leitura, acabei por conseguir perceber a escrita da autora e estou desejosa que venha o próximo.

Classificação de 4**** no Goodreads.
Recomendo a leitura do livro, mas aconselho que partam para ele com a noção que têm de estar atentos a todos os pequenos, mas grandes pormenores.

Excelentes leituras!

Sem comentários:

Enviar um comentário