quarta-feira, 14 de março de 2018

Opinião - "O Fim da Inocência II" do escritor Francisco Salgueiro

"O Fim da Inocência II"
Edição ou reimpressão: 04-2013
ISBN: 9789897410529
Editor: Oficina do Livro
N.º de páginas:292 páginas

Sinopse:
"Com boas notas, e a estudar num dos melhores colégios de Lisboa, Gonçalo é o filho que todos os pais gostariam de ter. Desde cedo, ele e o grupo de amigos são bombardeados com imagens sexuais em filmes, séries, videoclips, anúncios e celebridades levando a uma erotização precoce. A ausência de educação sexual por parte dos pais e colégio leva-os a investigar o extenso mundo da pornografia na internet. Em simultâneo, a sua impreparação para lidarem com as redes sociais leva-os a serem participantes e vítimas na busca vertiginosa de likes para ultrapassarem a mítica marca dos 1000 amigos. Eles apenas pensam nos desafios e nunca nas consequências. As drogas legais, o sexting, a masturbação online com estranhos, serem paparazzi da vida uns dos outros e a prostituição com mulheres mais velhas fazem parte do seu estilo de vida, onde o futuro não existe, apenas o logo à noite. Depois do best-seller que abalou a sociedade portuguesa, Francisco Salgueiro regressa com uma nova história sobre os adolescentes portugueses do século 21."

Opinião:
Após ter lido "O Fim da Inocência I" não consegui ler de seguida o segundo livro, fiquei de certa forma muito abalada com a vida da juventude e das crianças de hoje em dia. Claro que não posso nem vou generalizar, mas a verdade é que acontece a uma grande percentagem de adolescentes.
Não consigo dizer que este livro foi melhor que o anterior, acho que são histórias distintas, apesar de baterem nos mesmos pontos, consumos de droga, alcool e práticas sexuais em grupo, sem preservativo.
Esta é a história do Gonçalo, a história de um adolescente do sexo masculino a outra era a história de uma adolescente feminina, os rituais são praticamente os mesmos, apesar de neste livro se mencionar mais o facebook e os perigos das redes sociais.
As duas histórias tocam no mesmo ponto a falta de atenção dos pais e dos educadores, e para mim  este é o ponto mais importante, este é o alerta e o ponto mais importante dos dois livros.
Ensinar os nossos filhos a viver com o que a sociedade de hoje oferece e acima de tudo não pensar que os perigos de hoje são os mesmo da nossa adolescencia, porque são muito diferentes e temos de educa-los a defenderem-se dos mesmos.

Classificação de 4**** no Goodreads

Boas leituras!

1 comentário:

  1. Olá Carla
    Há tempos fui a uma livraria e lo os primeiros capítulos do primeiro livro. Deu logo para ver que é um livro forte, fiquei com vontade de ler.
    Beijinhos e boas leituras

    ResponderEliminar