domingo, 27 de junho de 2010

Vou contar-te um segredo


Vou Contar-te um Segredo 
Pequenas Grandes Histórias de Amor
Autor: Pinto, Margarida Rebelo
Editora: Oficina do Livro

Sinopse:

O pequeno mundo do coração é mais vasto, mais profundo e mais rico do que todo o Universo. Em Vou contar-te um segredo, Margarida Rebelo Pinto regressa mais uma vez ao tom intimista das mini-ficções publicadas no Jornal de Notícias. Com agilidade narrativa, a autora surpreende-nos com comédias românticas nada convencionais que misturam o tom confessional e o humor, crónica de costumes e vidas secretas, o riso e o choro. São pequenas grandes histórias de amor repletas de sentimentos e segredos vividos por personagens surpreendentemente parecidos com todos nós; mulheres maduras que são eternas adolescentes, homens indecisos ou prepotentes, rapazes apaixonados e sonhadores, amigos próximos e amantes distantes, donas de casa desesperadas e pilotos que nunca voaram. Para ler uma de cada vez, e saborear a colheres de chá.


Outras Opniões:
“Um dos casos mais fascinantes é o de Margarida Rebelo Pinto, que mostra como se podem contar histórias, se podem emocionar os leitores…” Diário Económico “Margarida Rebelo Pinto escreve essencialmente sobre o amor, a vida e as relações e disso nunca nos conseguimos cansar o suficiente. Fá-lo de uma forma completamente original. E com grande naturalidade.” Starstyle – Holanda “Entre todos os escritores que melhor reflectiram este estado de espírito, criando uma nova literatura – o actual realismo urbano total –, Margarida Rebelo Pinto é um dos mais excelentes.” Jornal de Letras “Margarida ajudou a familiarizar centenas de milhares de pessoas com o objecto-livro, pôs as editoras à procura de jovens autores portugueses e libertou os escritores tradicionais de uma série de complexos.” Grande Reportagem “É fácil entender por que Margarida Rebelo Pinto faz sucesso em Portugal: seu texto é leve, bem-humorado e cheio de reflexões sobre relacionamentos.” Marie Claire – Brasil

 Minha Opnião:
 Já li este livro faz algum tempinho, foi em Janeiro de 2007, recordo que é um livro de vários contos, alguns interesantes que realmente gostei, tal como: "Voar Sentado", "Uma luz no peito", "Tudo passa" e "Deixar correr". Recordo que este livro me acompanhou durante muitas noites pois lia um continho por noite e durante o Inverno, é uma leitura simples e agradável. Um livrinho de contos à maneira da Margarida Rebelo Pinto, leve e bom para reflectir.
; )Boas Atmosferas.

Sem comentários:

Enviar um comentário