quinta-feira, 12 de agosto de 2010

A Herança de Eszter

A Herança de Eszter
de Sándor Márai
Edição/reimpressão: 2006
Páginas: 152
Editor: Dom Quixote
ISBN: 9789722029995
Colecção: Ficção Universal
Sinopse
"Durante vinte anos Eszter viveu uma existência cinzenta e monótona, fechada sobre si própria, esperando a morte e sonhando com o retorno de um amor impossível. Até ao dia em que, inesperadamente, recebe um telegrama de Lajos, o único homem que amou e graças ao qual encontrou, por um breve período, sentido para a sua vida. Grande sedutor e canalha sem escrúpulos, Lajos não só traiu Eszter como destruiu a sua família, tirando-lhe tudo o que possuía. Agora, depois de uma ausência prolongada regressa, e Eszter prepara-se para o receber comovida e perturbada por sentimentos contraditórios."
"O Escritor-Sándor Márai (n.1900, Hungria) passou um período de exílio voluntário na Alemanha e em França durante o regime de Horthy, nos anos 20, até que abandonou o seu país emigrando para os EUA, em 1948, com a chegada do regime comunista. A subsequente proibição da sua obra na Hungria fez cair no esquecimento quem nesse momento era considerado um dos escritores mais importantes. Foi preciso esperar até à queda do regime comunista, para que este extraordinário escritor fosse redescoberto no seu país e no mundo inteiro."
Retirado Wook

Minha Opnião:
Comecei a ler este livro sem qualquer tipo de espectativa, não esperava nada nem de bom nem de menos bom, no entanto, à medida que o fui desfolhando, fiquei absolutamente rendida e com uma vontade incontrolável de passar para dentro do papel, quer isto dizer, da história, claro!
Sándor, através da personagem feminina  Eszter relata neste livro uma paixão, um amor antigo, uma herança.
A pergunta que prevaleceu na minha cabecita foi até quase metade do livro, qual é a Herança? No início estava na dúvida se seria a casa ou o amor antigo, mas bem presente, de Eszter por Lajo, ou até mesmo um anel que por lá andava como recordação de Lajo a Eszter.
Lajo é uma personagem inquietante, um mentiroso compulsivo, mau caracter, cheio de dívidas e de certa forma com um poder de sedução que levaria o mais pobre dos seres a dar o pouco que lhe resta para comer.
Nunu, uma pessoa que no início do livro demonstra muita corência no que faz e no que diz, mas que infelizmente vai na cantiga de Lajos e...
Todos os ingredientes para um livro cheio de intriga, e de rodeios muito bem relatados. Adorei a escrita de Sándor e fiquei com água na boca para o outro livro dele que tenho aqui em casa "A mulher certa".
A Herança de Eszter é um livro de leitura fácil e acima de tudo muito interessante, que retrata muito bem o espaço onde estão enquadradas as personagens estas também igualmente bem estruturadas, fala da natureza humana do quanto a mentira e a cobardia pode fazer parte do ser humano e como ele é capaz de se deixar ir nas palavras menos verdadeiras e menos sensatas mesmo sem saber que o está a fazer.
;)Boas Atmosferas;)

6 comentários:

  1. Olá, Carlinha! Só hoje vi seu comentário/pedido no post do meu blog. Comecei a leitura de Hermann Hesse por Demian e não me arrependi. A leitura de Demian é empolgante e determina seu amor ou desprezo pelo resto da obra do autor. Se tivesse de começar tudo novamente, começaria por aí. Grande abraço!

    ResponderEliminar
  2. Muito obrigada Luciano. Fico muito agradecida.

    ;)Boas Atmosferas;)

    ResponderEliminar
  3. Também gostei muito deste livro. Nunca tinha lido nada do Sándor Márai e achei a escrita dele muito próxima, muito boa de ler. :)

    ResponderEliminar
  4. Eu tenho por aqui para ler "A Mulher certa".;)

    ResponderEliminar
  5. Olá Carlinha,
    Se gostáste deste vais adorar "As velas ardem até ao fim". Pf compra e lê.

    ResponderEliminar
  6. Olá Teresa
    Tenho esse livro cá por casa, nunca me chamou muito à atenção por ser fino, mas prometo que vai ser o próximo a ser devorado. Depois quero que partilhes a tua opnião comigo, pode ser?
    Obrigada pela sugestão, gostei muito;)
    Boas leituras e Beijinhos;)

    ResponderEliminar