quarta-feira, 25 de agosto de 2010

A Minha Opnião:
Já faz muitos anos que não lia nada de José Cardoso Pires e sinceramente nem sei bem porquê. Tinha este livro por cá já faz algum tempinho e como li sobre ele no blog"Meus livros", fiquei com curiosidade, e lá fui eu tirá-lo da estante. Agora aqui estou eu a escrever algo sobre este LIVRO que é simplesmente maravilhoso. Começa num lugar comum, uma estação de caminhos de ferro, em breve surgem em primeiro plano figuras aparentemente vazias mas que são cheias e são muito sofredoras e espezinhadas, dois soldados. Este livro tem uma narrativa notoriamente contra o poder abusivo do povo.
Gostava de salientar que eu achei bastante importante o enquadramento temporal deste-"romance, no sentido tradicional do termo, destinado unicamente a ilustrar uma legenda, uma moral ou um clima humano, para lá de qualquer imediatismo de tempo e de lugar histórico."retirado da contracapa do referido livro.
Tive muitas dificuldades na leitura desde livro, não foi de modo algum de leitura fácil, requer uma atenção redubrada, não me permite perder e voltar a entrar na história, tive de seguir com toda a atenção todas as conversas dos personagens. Por sua vez estas personagens encheram-me as medidas, no bom sentido, de tão naturalmente bem estruturadas consegui entrar nelas e sentir tudo. Personagens tão tipicamente nossas, portuguesas, adorei ter conhecido. Recuei no tempo enquanto lia este livro, relembrei histórias antigas contadas pela minha mãe sobre os avós e contadas pelos meus amigos alentejanos, que guardo com carinho e amor dentro da minha alma. Ri, fiquei mais apreensiva, concordei e discordei mas não fiquei neutra durante esta leitura.
Por tudo isto e muito mais que não consigo passar para aqui, porque este livro deixa um sentimento na alma que muito sinceramente não sei explicar, mas valeu apena.(depois de reler o texto sinto mostalgia)
Boas Atmosferas;)

Sem comentários:

Enviar um comentário