quarta-feira, 20 de abril de 2011

"O Senhor das Trevas" de Alberto Vázquez-Figueroa

O Senhor das Trevas
de Alberto Vázquez-Figueroa
Edição/reimpressão: 2002
Páginas: 244
Editor: Difel
ISBN: 9789722905862
Coleção: Literatura Estrangeira

Sinopse
"Um médico abnegado, entregue de corpo e alma aos seus pacientes e à investigação, recebe uma visita inesperada: um homem que se identifica como sendo o diabo. Obviamente considera-o um louco, mas as provas apresentadas pelo desconhecido são de tal forma contundentes que se vê obrigado a rever as suas crenças.
Posteriormente, o maléfico visitante oferece-lhe algo que todos os cientistas do mundo gostariam de possuir: o segredo da cura do cancro. Mas em troca deverá entregar-lhe a sua alma… O médico enfrenta um difícil dilema moral, mas acaba por aceitar.
É este o ponto de partida de uma insólita aventura, uma azarada viagem ao outro lado do mundo através dos caminhos do bem e do mal.
Com O Senhor das Trevas, moderna recriação do pacto de Fausto, Alberto Vázquez-Figueroa oferece-nos um dos romances mais surpreendentes, originais e provocadores da sua extensa produção. Um verdadeiro desafio para o leitor" (retirado da contracapa)

Alberto Vázquez-Figueroa
"Alberto Vásquez-Figueroa nasceu em Santa Cruz de Tenerife, em 1936. Até aos dezasseis anos viveu no exílio com a família em Marrocos e no Sahara.
Licenciou-se em jornalismo e em 1962 iniciou uma longa actividade como enviado especial da revista Destino, do jornal La Vanguardia e mais tarde da TVE. Durante quinze anos visitou quase uma centena de países e foi testemunha de numerosos acontecimentos-chave do nosso tempo, entre os quais as guerras e revoluções da Guiné, Chade, Congo, República Dominicana, Bolívia, Guatemala...
Depois de se dedicar à realização cinematográfica, centrou-se por inteiro na literatura. Com mais de 40 livros publicados, nove dos quais adaptados ao cinema, Alberto Vázquez-Figueroa é um dos autores espanhóis mais lidos em todo o mundo e conta com mais de dezasseis milhões de livros vendidos.
O Rei Amado é já o sexto livro do autor publicado na Difel, depois de Ícaro, O Inca, O Senhor das Trevas, Um Mundo Melhor e Tuaregue."(retirado do wook)


Minha Opinião:
A leitura deste livro já foi feita à muitos anitos, em Setembro de 2003, por isso não posso aqui fazer um comentário muito ilustrativo do livro. No entanto, recordo que foi um livro que adorei, prendeu-me desda primeira página. Foi este o primeiro livro de fantasia que li, e  recordo que prendeu-me pelo facto de entrar nesta história o simbólico Diabo...e a eterna dúvida entre o bem e o mal.
Hoje consigo fazer um paralelismo entre este livro e outro que li, a leitura de "O Jogo do Anjo" de Carlos Záfon recordou-me este livro. Por isso este é um livro que aconselho vivamente.
Boa leitura;)

Outras obras de Alberto vázquez-Figueroa:
"O Rei Amado", "Tuaregue",  "Um Mundo Melhor" e "Ícaro"
Não tenho nenhum destes livros, mas gostava de voltar a ler obras dele.

2 comentários:

  1. Meus parabéns pelo Blog! LINDO!!!!estou te seguindo ! amei tudo aki e os livros mais ainda! bjus

    ResponderEliminar
  2. Sê bem-vinda.
    Obrigada pelo carinho Gell.
    Beijinhos;)

    ResponderEliminar