quarta-feira, 29 de junho de 2011

"Escrito nas estrelas" de Bárbara Norton de Matos

                                                         
Escrito nas Estrelas
de Bárbara Norton de Matos
A história de uma mulher que só quer ser amada mas tem medo do amor.
Edição/reimpressão: 2010
Páginas: 248
Editor: Caderno
ISBN: 9789892310473
Coleção: Cadernos de Sempre

Sinopse
"No mundo fervilhante dos estúdios televisivos, dos flashes e paparazzi, há uma estrela que só quer ser amada. Entre a quinta em Ponte de Lima e a casa em Cascais, entre o passado e o presente, uma mulher vai descobrir que só o amor é mais forte que o destino. Escrito nas Estrelas é a surpreendente estreia de Bárbara Norton de Matos no romance, uma história de família, traições e equívocos, onde nada é o que parece e só o amor é real.
Carminho não foi uma menina feliz. Era o patinho feio da família, sempre comparada com Piedade, a irmã mais velha, tão deslumbrante como odiosa. E não foi fácil crescer com um pai sempre ausente, que só pensava no ténis e nos torneios, enquanto a mãe se deixava arrastar pela melancolia… Mas tudo isso é passado. O patinho feio tornou-se num cisne, é agora uma estrela da televisão, capa de revista, perseguida por flashes e paparazzi. E vai finalmente estrear-se, como protagonista, numa série histórica - o seu grande sonho. É um mundo quase perfeito.
Quase. Porque a vida está repleta de surpresas e, quando menos esperamos, o amor prega-nos partidas…" (Retirado do site Wook)
Bárbara Norton de Matos:
Nascida em Lisboa e formada em Comunicação Empresarial pelo ISCEM, Bárbara Norton de Matos acabou por se dedicar desde muito cedo à carreira de actriz, quase sempre em televisão e com aparições esporádicas em teatro. Estreou-se nas telenovelas em 2001, ao representar a personagem de Mónica em Nunca Digas Adeus. Desde então nunca deixou de actuar nas principais produções da TVI, entre as quais Amanhecer, Baía das Mulheres, Deixa-me Amar e Sentimentos.
A autora, que desde criança criou o hábito de manter uma série de diários, estreia-se agora em literatura com Escrito nas Estrelas.
Minha Opinião:
Devo começar por referir que não entrei na leitura deste livro com grandes expectativas, talvez por isso não tive grandes surpresas. Esta foi uma leitura muito leve e simples mas, porque existe sempre um mas, muito cativante e que me agarrou desde a primeira página.
Carmo é uma mulher como muitas que deixou de acreditar no amor. Contudo, Carmo não é uma pessoa comum é uma actriz que vive no meio do Jet-set, talvez tenha sido aqui o grande calcanhar de Aquiles da escolha que Bárbara Norton de Matos fez para a caracterização da personagem principal. Porquê que escrevo isto? Simples e elementar, pelo menos a meu ver. Ora bem, se Bárbara Norton de Matos tivesse escrito sobre o mesmo tema mas com pessoas comuns, com vidas ditas “normais”, fora de um mundo que ela tão bem domina, talvez o livro só tivesse a ganhar com isso. Talvez a normalidade que se tenta transmitir ao longo deste livro, com amores e desamores e passados por resolver que estragam o presente e ameaçam o futuro, fosse mais conseguida se Carminho não fosse uma pessoa do mundo VIP. No entanto, esta escolha pode não ter sido um acaso mas uma escolha para atingir um fim (Quero pensar que sim).
Gostei de ler este livro, foi de leitura muito simples, que serviu para relaxar de outras leituras bem mais complexas (recordo que ler Jodi Picoult faz com que as minhas emoções se baralhem) e dos “problemas” do dia-a-dia que infelizmente têm sido alguns. Como costumo dizer cada livro é um livro, cada livro tem sempre o seu encanto, mesmo que não gostemos do género se for lido no momento certo será sempre um bom momento de relaxamento. Felizmente peguei neste livro no momento certo e deliciei-me com as 245 páginas de amores e desamores da vida de Carminho, Salvador, Santiago e Piedade. O mundo de Carminho é sempre confrontado com medos e traições amorosas. Carminho é uma actriz de vinte e oito anos que deseja ser feliz, ter alguém que a ame como ela é, ter uma família, mas o seu maior sonho é ser mãe. Carminho vive atormentada com um passado que não foi fácil, uma família que se desestruturou quando ela ainda era bem pequena, uma irmã mais velha que sem que Carminho desse conta sempre a invejou, uma mãe depressiva que julga resolver os seus problemas com calmantes e fechada no seu quarto. Uma mãe que morre sem que se tenha muito bem a certeza se foi suicídio ou acidente. Carmo é uma mulher insegura que tem de crescer com os seus erros e com os erros que a rodeiam. Nunca ninguém disse que viver era fácil…
Uma leitura leve que aconselho como leitura de Verão.
Boas leituras;)

4 comentários:

  1. Olá, tudo bem?
    Adorei o seu blog, já estou seguindo!
    Se puder segue o meu de volta! Beijos Beijos

    http://www.odiariodanerd.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  2. Olá
    Já estou a seguir o teu blog.
    Beijinhos
    Boa leitura;)

    ResponderEliminar
  3. Nunca li este livro mas parece-me interessanta.. talvez o leia nas ferias :)

    ResponderEliminar
  4. Olá Inês
    É um livro simples mesmo para ler nas férias numa tarde de verão ou pela noite dentro, contudo a simplicidade do livro não lhe retira a beleza.
    Boa leitura, depois quero ler o que achastes.

    ResponderEliminar