sábado, 28 de dezembro de 2019

Opinião | "Harry Potter e a Pedra Filosofal" de J. K. Rolling

Sinopse:
Harry Potter é antes de mais o fenómeno editorial de 1999. É-o porque demove crianças de jogos de computador e de infindáveis horas frente ao televisor. É-o porque está traduzido em cerca de 30 idiomas. É-o porque tem angariado os mais importantes prémios de literatura infanto-juvenil. É-o, por fim e entre outras inúmeras razões, porque ocupa há meses consecutivos os primeiros lugares das mais importantes listas de vendas mundiais. Mas Harry Potter, o personagem dos livros de J. K. Rowling, não é um herói habitual. É apenas um miúdo magricela, míope e desajeitado com uma estranha cicatriz na testa. Estranha, de facto, porque afinal encerra misteriosos poderes que o distinguem do cinzento mundo dos muggles (os complicados humanos) e que irá fazer dele uma criança especialmente dotada para o universo da magia. Admitido na escola Howgarts onde se formam os mais famosos feiticeiros do mundo, Harry Potter irá viver todas as aventuras que a sua imaginação lhe irá propocionar. Um grande sucesso editorial que os mais jovens adoram e que apetece também aos adultos.

Opinião:
Mais uma vez peguei neste primeiro volume da saga do pequeno feiticeiro de Howgarts. Já li pelo menos duas ou três vezes e esta certamente não será a última, adoro reler esta saga, e nesta altura do ano, no natal é tão, mas tão reconfortante ;).
Todos já sabem a história do famoso feiticeiro, por isso vou simplesmente dizer que adorei esta leitura e decidi que  vou reler os outros volumes.

Classificação de 5***** no Goodreads.

Boas leituras!

Sem comentários:

Publicar um comentário