sábado, 1 de fevereiro de 2020

10 # Opinião | "Os livros que devoraram o meu pai" de Afonso Cruz

Sinopse:
"Vivaldo Bonfim é um escriturário entediado que leva romances e novelas para a repartição de finanças onde está empregado. Um dia, enquanto finge trabalhar, perde-se na leitura e desaparece deste mundo. Esta é a sua verdadeira história - contada na primeira pessoa pelo filho, Elias Bonfim, que irá à procura do seu pai, percorrendo clássicos da literatura cheios de assassinos, paixões devastadoras, feras e outros perigos feitos de letras."

Opinião: 

Este foi o terceiro livro que li de Afonso Cruz, melhor dizendo o segundo livro, o outro era um conto. Afonso Cruz tem sempre a  capacidade de me encantar com os seus enredos e a forma maravilhosa como as suas personagens estão estruturadas."Os livros que devoraram o meu pai" é um livro , que se lê rapidamente. É  a história de um rapaz com 12 anos que perdeu o seu pai. Contudo ele sabe que o seu pai adorava ler e perdia-se nas suas leituras, vivendoas com uma enorme intensidade. Assim sendo o seu pai acabou por ficar perdido dentro dos livros e desapareceu.  O menino começa a devorar os livros para encontrar o seu pai... Muito interessante e diferente do que nos habituou o escritor. Classificação de 4 **** no Goodreads. Boas leituras!

2 comentários:

  1. Foi o primeiro livro dele que li, apesar do seu tom juvenil gostei e é um excelente livro para despertar interesse nos mais novos por grandes clássicos da literatura.

    ResponderEliminar
  2. Bom dia Carla,
    Por acaso descobri Afonso Cruz com o pintor debaixo do guarda loiças e desde aí sempre que "vejo" um livro dele na biblioteca municipal, trago.
    Já li 6 e gosto das histórias do Afonso Cruz.
    Os livros que devoraram o meu pai também já li.
    Bjs

    ResponderEliminar