segunda-feira, 11 de maio de 2020

33 # Opinião | "O Medo" de C. L. Taylor

Sinopse:
"Quando Ben, o novo namorado de Louise, a tenta levar numa viagem-surpresa a França, ela entra em pânico, sai do carro e foge. Ben não entende. Não pode entender, porque não sabe o que aconteceu a Louise da última vez que um namorado a levou pelo canal da Mancha. Ela tinha 14 anos. Mike tinha 31. E o que aconteceu deixou marcas em Louise para sempre.
Hoje com 32 anos, Louise nunca conseguiu ter uma relação estável. Guarda o seu segredo inconfessável dentro do peito e, por isso, ninguém a conhece verdadeiramente. Depois do que aconteceu com Ben, decide fugir do mundo e isolar-se. Abandona Londres, deixa os amigos e começa a procurar um novo emprego perto da casa onde cresceu, que agora lhe pertence.
Ao instalar-se, descobre que Mike, agora com 49 anos, ainda vive e trabalha na vila. Quando o vê a beijar uma rapariga de 13 anos, Louise decide que já chega.
Está na altura de Mike sentir o medo com que Lou vive desde aquela viagem."

«Aterrorizador, emocionante, com um ritmo imparável e reviravoltas inesperadas que nos tiram o fôlego.
Um final brilhante e de fazer parar o coração.»
HEAT

C.L.Taylor, é autora bestseller do Sunday Times de thrillers psicológicos. Os seus livros venderam para cima de um milhão de exemplares, tendo já sido traduzidos em mais de 20 línguas e chegado ao #1 de vendas do Amazon Kindle, Kobo, iBooks e Google Play.
Nasceu em Worcester, Reino Unido, e formou-se em Psicologia pela Universidade de Northumbria. Dedica-se, desde 2014, à escrita a tempo inteiro. Vive em Bristol, com o companheiro e o filho.

Opinião:

Esta foi a minha estreia com a tão falada C. L. Taylor. Já tenho este livro aqui em casa faz dois anitos e honestamente nunca me senti muito tentada a ler. Na altura em que o adquiri não era tão fã de thrillers psicológicos como agora, acho que foi por isso que ficou parado na estante.
O enredo desenrola-se em torno de Louise     (Lou). Na atualidade Lou namora com Ben e leva Lou a fazer uma viagem surpresa a França. Contudo, Lou tem uma reação que Ben não compreende, entra em pânico e saí do carro a correr. Ben não entende o que se passou e o que terá ele feito de errado para a Lou ter aquela reação. Ben não conhece o passado de Lou, ele desconhece o que lhe aconteceu aos 14 anos, à 18 anos atrás. 
Após este acontecimento com Ben, Lou decide deixar londres e voltar para a sua terra natal. O seu pai faleceu à 3 meses e ela tem lá uma casa que lhe pertence e onde pode fugir ... ao passado. Mas o passado de Lou, do qual ela foge está muito ligado à sua terra natal, onde ela está agora a viver.
Este livro tem um aspecto que eu gosto muito, é narrado por várias pessoas, por um lado temos Lou que vai contando o passado e presente, temos Wendy a ex-mulher de Mike, temos a Chloe a atual vitima de Mike, ainda temos o Ben mas poucas vezes.
Lou, quando tinha 14 anos, teve um relacionamento amoroso com Mike, que tinha na época 31 anos, era amigo do pai de Lou e seu professor de Karaté. Certo dia ele vai com Lou de fim de semana para França, mas essa viagem que Lou tanto  adora inicialmente, acaba por se tornar um tormento.
Agora de regresso à cidade onde nasceu ela procura Mike e encontra-o a trabalhar num centro de jardinagem...ele não mudou, apesar de ter sido preso ele continua a ser um predador sexual. Lou vê Mike a beijar uma rapariga muito nova e tudo lhe vem à cabeça e ela sente a obrigação de proteger essa menina, que é a Chloe. O seu "instinto" leva-a procurar Chloe e a mãe dela para as avisar que Mike é um pedófilo, como elas não acreditam Lou vai apresentar queixa na polícia, mas sem provas não se pode fazer nada.
As cartas estão lançadas e agora Lou tem de travar o Mike e impedir que Chloe passe por o tormento que ela passou à 18 anos atrás.
Este livro fez-me lembrar muitas das notícias que passam na televisão na atualidade, talvez por isso tenha sido uma leitura fantástica mas dolorosa. O livro prendeu desde o início, não tem tempos mortos e o fim é arrebatador, quando já nada podia ser pior C. L. Taylor brinda-nos com um final surpreendentemente bom.
Classificação de 4**** no Goodreads.
Excelentes leituras!

Sem comentários:

Publicar um comentário