domingo, 13 de junho de 2021

119 # Opinião | "Com amor, Zach" de Kendall Ryan

 

Sinopse:
"Tive de fingir ser o namorado dela por uma noite.
Conhecemo-nos numa festa. O ex-namorado dela apareceu com outra pessoa e ela pediu-me que fingisse ser o seu acompanhante. Fi-lo com todo o gosto. Depois do beijo que trocámos, desejei-a durante dias.
A segunda vez que nos encontrámos foi no meu gabinete, e ambos ficámos surpreendidos quando percebemos que ela era a nova aluna de mestrado com quem eu teria de trabalhar. Ela prometeu ser profissional. Já eu, nem por isso. Sei que as minhas insinuações sexuais a irritam, mas adoro vê-la corar. E já me dou por satisfeito quando essa é a única reação que obtenho.
Como ela odeia as segundas-feiras, nesses dias deixo-lhe um poema anónimo na mochila, e o seu sorriso é o suficiente para me ajudar a aguentar o resto da semana. Acho que estou a apaixonar-me por ela, e tenho noção de que isso é errado. Sei que devo ser apenas o seu orientador. O problema é que me parece que ela também está a apaixonar-se por mim.
Agora não vou descansar até que ela seja mesmo minha!" retirado da contracapa

Opinião:
Este foi o segundo livro que li de Kendall Ryan, e o anterior foi lido este ano.
Gostei muito da história, apesar de ser previsível o final, estou numa fase que me apetece ler livros bem leves e fofinhos.
Temos a história de Zach e de Poppy, achei muito engraçada a forma como se conheceram. Poppy estava num bar com os seus amigos/vizinhos/colegas de mestrado e apareceu o seu ex-namorado (recente) já com uma nova namorada. O que faz a Poppy? Beija o Zach para que o ex-namorado não pensar que ela não tinha seguido com a sua vida para a frente. Não sabia ela que o Zach ia ser o seu orientador de mestrado, pois é...e também não sabia que aquele beijo ia fazer eles sentirem muitas sensações.
Mas Poppy teve um filho quando era adolescente, tem um medo grande de se envolver com alguém, pois normalmente os poucos namorados que teve terminavam e ela tinha a plena noção que era por ela ser mãe solteira.
Por outro lado, Zach é orientador dela e não é permitido na universidade relações amorosas com alunas, ele também está a planear ir para os Estados Unidos da América no próximo ano.
Mas claro que o amor vence todos os obstáculos... Confesso que amei o Connor o filhote da Poppy.  
Uma leitura leve, que me divertiu muito.
Classificação de 4 estrelas no Goodreads.

Boas leituras💓

Sem comentários:

Enviar um comentário